Uma bela prenda!

sábado, novembro 18

Como os trabalhos pesados recaem (quase) sempre em cima do homem da casa, homem com H de Helena, claro está, fiquei incumbido de relatar um acontecimento da máxima relevância para os nossos leitores: THE GIFT no Teatro Municipal de Faro. Foi Quinta-feira à noite e peço já desculpas por só hoje estar a postar sobre o mesmo, mas estive em retiro espiritual.
E quem foi assistir ao concerto? AR & Miss Shirley B. Claro. E de segunda fila, em destaque! Sim, porque onde estas duas vão destacam-se logo. Porque será?

Eu podia começar por dizer como era o cenário, qual o alinhamento das músicas, descrever a roupa da senhora, etc…mas, sinceramente, eu acho que não é bem isso que querem saber. Hum? Para isso podemos sempre consultar o site oficial da banda, que aproveito para dizer que está genial!

Quando cheguei, devidamente atrasado e depois de ouvir um leve, mas merecido raspanete da Ar pelo atraso, já o local estava cheio. Aparentemente estava esgotado, o que não é de admirar.
Estava cheio de quê? De gente gira, pois claro. E gente gira, porquê? Porque à volta de 80% da assistência naquela noite fazia parte da “ equipa”. Não desfazendo dos restantes 20%, que também não eram maus de todo.

Resumindo, não havia razões para AR estar aborrecida, afinal de contas estar naquele hall era o equivalente a estar numa mini gay-parade, mas sem os travestis e os cartazes de apoio à causa.
Eu, de tão espavorido que estava, nem tive tempo para lavar as vistas. Quando dei por mim estávamos a descer o corredor para nos sentarmos nos respectivos lugares. E depois dos devidos “Olá, como vais?” em todas as direcções apagam-se as luzes e começa o espectáculo.
Eu nunca tinha visto os The Gift ao vivo, mas corresponderam às minhas expectativas. Todas e mais algumas. Se dizem que na televisão as pessoas ficam mais bonitas, isso não se aplica nada aos membros desta banda. São todos lindos ao vivo. Oh, a falta que faz uma caixa de Kleenex´s nestas situações.


Enquanto AR se debatia para não saltar para o palco e, literalmente, arrancar as flores do vestido da Sónia à dentada (havia de ser giro!) eu sondava qual era o meu instrumento preferido? If you know what I mean. Mas não cheguei a nenhuma conclusão. Felizmente, pois assim podia olhar em todas as direcções. Chegado o intervalo aquilo parecia uma autêntica banca de fruta. Havia para todos os gostos, mas não deu para provar nenhuma porque o tempo era pouco e a luz era muita.

Na segunda parte do concerto lá demos um pezinho de dança, acompanhámos a banda em algumas das músicas, o que foi um horror porque a nossa voz é realmente muito MÁ!
Reparei que a Sónia já não tinha o vestido com as flores... Passou-me pela cabeça que enquanto eu tinha ido à casa de banho no intervalo, AR tivesse ido ao camarim da senhora e tivesse tido coragem de fazer um pouco de jardinagem na vestimenta. Mas ela assegurou-me que não….Hum, ainda tenho as minhas dúvidas.

Depois dos devidos “só mais uma, só mais uma”, e de a banda satisfazer a nossa vontade, chegou a hora de “partirmos por essa estrada onde um dia chegámos a sorrir” … e não é que fomos mesmo a sorrir de orelha a orelha. Pois pudera.

Uma coisa é “fácil de entender”: O porquê de eles serem, actualmente, uma das melhores, se não A melhor banda portuguesa.

Bem hajam e que continuem a fazer-nos sorrir desta maneira!

12 comentários:

Shaken but not stirred disse...

estou speachless

wind disse...

gargalhadas, excelente relato:)))
Adoro essa banda:)

Miss Shirley B. disse...

Wind: Obrigado, sabes que adoro fazer-vos rir. E eles realmente são fantásticos. Grande banda.

Shaken: Mais uma vez obrigado...Belo trabalho de equipa. És uma querida. Todas são umas queridas.

Um grande Chuac.

carpe diem disse...

É "fácil de entender" que eles são fantásticos...

Anónimo disse...

deve ter sido espetacular... :D

eu fico sem palavras lol

bicho disse...

É boa Música Feita em Portugal!!

The City Lights disse...

Olá Miss Shirley,

imagino essa passeata!!!A AR ainda nem conseguiu fazer nenhum comentário!!!A jardinagem está a dar!!!!
;)

Ja vi que és tão ou mais fã do que eu, e apesar de nao os ter ido ver a Faro, fui ve-los no casino e no Olga Cadaval....e espero ansiosamente pelo dia 30 deste mês para os ver no Colombo!

Podes pensar:Bolas....isso é que é fanatismo!Nada disso!

Acredita que todos os espectaculos deles....sao unicos!Valem mesmo a pena!

E claro....se se puder fazer um pouco de jardinagem....melhor ainda!

Bessos guapo e ao resto da equipa....e quanto á AR....provavelmente deve de estar entretida com "As alegrias da Jardinagem!"....e fica a beijoca tambem para ela!

uma brasileira disse...

Olá pessoal, raramente temos notícias aqui no Brasil das bandas portuguesas. Fiquei muito feliz em conhecer a banda The Gift por meio deste blog. Assim que li o comentário do show, fui procurar informações e aúdios. Consegui ouvir a faixa Fácil de Entender, triste e bela. É uma pena mesmo que os brasileiros achem que a música portuguesa se resuma a fados e Madredeus. Por essa razão, quando puderem, falem mais sobre as bandas que gostam e os shows que freqüentam.

AR disse...

Ai a Sónia, ai...

The City Lights:
Lol, a AR (repara que já falo em mim na 3ª passoa, qual jogador da bola) não ficou na jardinagem não Srª, com muita pena dela (AR, e não da Sónia)!
Com alguma sorte encontramo-nos no dia 30, eu sou a que estarei a babar num canto qualquer do Colombo!
Beijo para ti (e nada de me voltar a provocar assim, que eu fico alterada, e desato a falar na 3ª pessoa :p)

Shaken but not stirred disse...

AR, queres um martini para melhorares???

Miss Shirley B. disse...

Miss Shirley (já estou como a outra, a falar na 3ª pessoa) é mesmo uma grande fã do The Gift e infelizmente não tem oportunidade de ir aos concertos deles, visto estar desterrada no extremo sul do país e ter de trabalhar todos os dias para ganhar a vida e poder comprar "Diamonds, lots of diamonds". Mas tem os Cd´s da banda, todos.

Uma brasileira: Ainda bem que gostou de conhecer a banda e se conseguir ouça outras faixas porque vale a pena...e já agora dê a conhecer a banda entre os seus amigos. Talvez possamos começar a escrever um post semanal sobre música.

Um beijo da tia Shirley.Boa semana.

Shaken but not stirred disse...

Miss S.B., também queres um martini??

(esta coisa da 3ª pessoa pega-se, é que já me chega a outra coisa a pegar-se)