This is it!

sábado, dezembro 2


Até logo!
(link no titulo)

6 comentários:

Wonder_Woman disse...

Pessoal, preparem-se façam um bom aquecimento para nao fazerem nenhuma lesão de tanto rodar o pescoço com tanta babe!!!;p

Anónimo disse...

Adorei! E vcs?

Anónimo disse...

A festa foi o máximo!
Só gajas giras….
Parabéns as organizadoras…
Musica muito boa….
O espaço era lindo….

DUCA disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
DUCA disse...

O espaço é muito bonito mas com um acesso complicado principalmente para quem não conhecia o local. A organização deveria ter dado indicações precisas para não acontecer o que aconteceu a muita gente que deixou os carros cá em baixo e depois se viu obrigada a subir aquilo tudo "à pata".
A música esteve francamente melhor e tentou-se agradar a gregos e troianos.
A existência de dois bares colmatou a sede das pessoas sem grandes esperas.
Fiquei com a impressão que esteve menos gente que na primeira edição, o que não será de espantar visto este ter sido um fim de semana com feriado e muita gente ter ido para fora.
Menos mulheres, menos glamour (salvo raríssimas excepções) muitas "pitas".
No compto geral, notou-se um esforço da organização para melhorar e conseguiu-o.
Uma nota positiva para a recepção da menina em "long dress" oferecendo uma bebida a quem chegava.
Tenho a certeza que à terceira será de vez.
Só não gostei da pulseira de papel no pulso que não estava nada de acordo com o meu traje que era demasiado chic para tal acessório. ;)

Anónimo disse...

Não acho nada que melhou assim tanto! A música só ficou decente, e sem avarias, quando a segunda DJ assumiu o posto - até eu passava melhor som vintage que a primeira 'maestra'; o lugar sim, bonito... mas é o fim do mundo em Lisboa; as pulseiras foram mal usadas, porque podiam servir para mais que 'enfeitar'; as mulheres... bem, estava à espera de melhor! Vi uma meia dúzia delas realmente interessantes. Ou seja, na minha opinião ainda há muito que melhorar nesta festa, e enquanto frequentadoras/clientes temos de exigir mais empenho da organização.