Tu matas-me!

terça-feira, dezembro 19

Acabei de ter a conversa mais surreal dos últimos tempos. E tinha que ser com a A.R. Às vezes penso que se os nossos telefones estiverem sobre escuta, e não estou a dizer que estão, aquilo deve ser um fartote de riso. Devem juntar-se aos sábados à noite a escutar as gravações feitas durante a semana aos telefones destas duas loucas.

Agarrem-se bem que a viagem vai ser atribulada:

Miss (inocentemente, não sabendo o que a esperava): Mor, já compraste as prendinhas de Natal?

A.R (muito segura de si): Já! E olha, até já comprei uma para ti!

Miss (depois de se levantar e já recomposta do choque inicial): Desculpa, mas não vou aceitá-la! Nós nunca oferecemos nenhuma prenda de Natal um ao outro e não é agora que vamos começar.
Notaram o tom autoritário?

A.R (já a ver que tinha posto a pata na poça): Ò mor, mas não é bem prenda de Natal. Apenas calhou comprá-la agora, nesta altura. Foi daquelas coisas…sabes que nós compramos coisas um ao outro quando nos apetece.

Pois, pois, então é tudo uma questão de timing. Neste caso, “bad timing”.

Miss (já mais calma, depois de dois cafés e dezoito cigarros): E para a tua mãe? Já arranjaste alguma coisa?

Digo eu sabendo que não, pois ainda não tinha pedido a minha opinião acerca do que comprar. Coisa que, ano após ano, não falha.

A.R: Ainda não. Estou à procura dum Porta-moedas. Ela precisa de um novo.

Miss: Porta-moedas???? Mas só para ela pôr as moedas? Sua forreta!

A.R. (já não sabendo onde se enfiar, coitadinha): Não mor, uma daquelas coisas que se usa para guardar os cartões, o dinheiro e a fotografia da filha…

Miss: AAAAHHH, uma carteira, queres tu dizer.

E como tudo é possível vindo da cabeça desta grande querida, não é que de repente ela sai-se com esta:

A.R: Mas uma carteira não é aquilo que se usa ao ombro???

Miss (já não aguentando tanto disparate, dispara): Não mulher, isso é uma mala! Onde se põe “a” carteira, o telemóvel, o batom, enfim, é uma coisa mais geral. E é aquela coisa que os homens têm no meio das pernas.
Sabes, quando eu digo: Ai que grande mala que aquele Sr. tem.

A.R (já sem saber onde se enfiar): Ó mor desculpa, sabes que eu não percebo nada dessas coisas. Tu sempre foste a Mulher que há dentro de mim.

Miss (já a pensar na vingança): Olha, só por causa desta, vou escrever no "Lésbica" esta linda conversa que acabámos de ter. Vou-te envergonhar publicamente para ver se aprendes.

Bem-dito. Bem-feito.

Moral da história (se é que tem moral): Se o cão é o melhor amigo do Homem a bicha é a melhor amiga da Mulher! Seja lá que Mulher for!

17 comentários:

wind disse...

Gargalhadas Miss Shirley B:
Chorei a rir com este post:)))
Delicioso e é engraçado e verdadeiro o que escreveste no final:)
beijos para ti*

Shaken but not stirred disse...

Tem piada que essa conversa da mala vs. carteira também eu tive com a dita cuja AR no outro dia!!!

Não lhe fica nada na moleirinha, está mais que visto!!!

Anónimo disse...

so rir...
so fiquei confusa... carteira, mala, porta-moedas... muita informaçao lol :D

kiss

The City Lights disse...

LOLOLOLOLOLOLOLOLOLOL......

genial!genial!....AR.....estou contigo miuda.....eu ca nessas coisas tambem sou extremamente pratica....tantos nomes....tantos adjectivos so para um objecto!credo!!!

;)

Um besso aos 2 e á restante equipa....claro!

;)

Anónimo disse...

Vocês são invejavelmente loucas.

Always disse...

Miss Shirley B.

Lindo! Vocês foram feitos um para o outro! :)

Minerva disse...

Adoro a vossa insanidade! Miss Shirley o seu post foi simplesente genial... muito bem apanhado! Lol... A AR precisava de um dia nas compras consigo para ficar a perceber tudo sobre acessórios, moda, etc... Calculo que a possa ajudar nessa área, uma vez que a rapariga é uma desgraça... lol faça a sua boa acção, é Natal! Nesta quadra ajude essa probre alma... lol
AR, estou a brincar!
Bjs
Mi

Diva disse...

Mon Dieu, je suis choqué...

:))))

Anónimo disse...

Loucos maravilhosos!

Anónimo disse...

E se juntarmos pochet às outras hipóteses?? ehehe

Parece-me que não vim ajudar muito ;o)

beijos

Miss Shirley B. disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Miss Shirley B. disse...

wind:
obrigado e sim, eu também acho que é verdade. Sortuda da mulher que tem um (ou mais) amigo Gay.

shaken:
todos sabemos que os grandes génios não dão importância a estas coisas mundanas. hehe

felina & the city lights:
se calhar deviamos ir todos fazer um "shopping" um dia destes.

g.love & always:
realmente estas duas loucas só se conseguem aturar mutuamente...até mais ninguém consegui lidar com tanta insanidade.

minerva:
a menina nem sabe o que eu passo com esta "melher" nas compras...e ela comigo, coitadinha.

diva:
cherie, pode imaginar há quantos anos eu estou "choqué"...

anonymous#1:
loucura desta é bem boa sim senhor. E saudável!

anonymous#2:
e então que tal juntarmos uma "mariconera".Aí sim, estraga tudo.hehehe

obrigado a tod@s pela vossa simpatia. Boas festas.

AR disse...

Eu nem sei por onde começar! Sim, sinto-me envergonhada! Sei que os meus amigos tentam ajudar (obrigada MSB, mas não precisavas de me envergonhar mais... e Shaken), mas há coisas que nem que me batam entram, esta é uma delas, saber distinguir a esquerda da direita é outra, saber quando as palavras são "pre" ou "per" é mais uma... Acho que sou disléxica, mas a MSB garante que não e afirma a pés juntos que eu sou é dislésbica... Enfim! Tragédias...

Mente Assumida disse...

Pois fique V. Exa. sabendo que no norte de Portugal se chama «carteira» e não «mala» àquele "saquinho" que nós usamos debaixo do braço e onde guardamos as coisas mais inesperadas e surpreendentes(e inúteis, também).
Aqui, «porta-moedas» é a vossa «carteira». :P

Mente Assumida disse...

AR, «dislésbica» é dos trocadilhos mais geniais que ouvi nos últimos tempos! :)))

Miss Shirley B. disse...

AR:
a bébé pode ser "disléxica", "dislésbica" ou tudo o mais que quiser, que eu não lhe encontro defeito nenhum.
Se a menina tivesse "mala" EU é que era uma "melher" feliz.

mente assumida:
sem ofensa, mas voçês sempre tiveram as voltas todas trocadas aí em cima. Ou será em baixo? Já nem sei.
Um beijo assumido!!!

Wonder disse...

MSB tive uma grande amig@ gay, no mais profundo do ser... mas tive de mat@-l@ porque não tinha qualquer sentido de cor ou gosto!
Por isso folgo muito em saber que a tradição ainda é o que era e os gays ainda têm um sentido apurado sobre moda e assim.

Faz sempre falta "uma unhita pintada" a apontar a pechincha!
BJ