Noites (In)suspeitas

sexta-feira, janeiro 5

A versão dele ( e muito provavelmente a verdadeira):

Nada faria prever o que estava para acontecer ontem à noite, mas tenho que admitir perante vós que não estou nada admirado com os acontecimentos. Been there, done that.

E tudo começou por uma razão muito simples: AR e Miss Shirley B. ainda não tinham comemorado como deve ser a passagem do ano. Ou seja, as duas. Por várias razões ainda não tinha sido possível, mas isso agora não interessa nada.
Chegada a hora de sair do trabalho e como tínhamos de acertar alguns (todos) detalhes acerca das nossas férias, combinámos um jantar, coisa simples, até seria uma boa ideia jantarmos em casa. Pois, pois, tá-se mesmo a ver…
Como AR tinha ido visitar uns parentes e estava um bocado atrasada resolvi esperar por ela num restaurante perto da sua casa. Ora como o restaurante é de comida Mexicana e têm umas Margaritas de limão maravilhosas resolvi, enquanto esperava, pedir uma. Mas como sou uma exagerada, em vez de pedir um copo, pedi um jarro. Pronto. Estava tudo perdido.
Quando AR chegou já eu estava “pra lá de Bagdad” ou neste caso, “pra lá de Cancun”. E acreditem que não demorou muito para AR se juntar ao meu estado de felicidade. E a desculpa é sempre a mesma. Comeu pouco durante o dia e então fica logo alterada. Pois amor, não foi dos dois copos que mamaste de seguida assim que te sentaste.
A nós juntou-se a mãe da AR. Não vou sequer tecer comentários, mas para vocês terem uma noção, eram 5 da manhã e estava a senhora a tomar um valente Guronsan. Mas uma coisa ficou decidida durante o jantar: Vamos de férias para o México.

Resolvemos ir para casa. Mas não sem antes irmos tomar mais um “cafezinho” a um bar. Aí é que a coisa piorou. Uma Amarguinha só com gelo para a menina e um Canadian Club com Cola para o menino. E vá de despejar. Era sempre o último. Depois chegaram amigos e conhecidos. Conversa vai, conversa vem. Mataram-se as saudades e alimentaram-se as fantasias. Pelo menos as minhas. Porque a outra é uma santa. Cof, cof.
Foi só depois da ida ao W.C. e de me ter assustado com a imagem reflectida no espelho (raios partam as lâmpadas fluorescentes), que decidi arrastar AR para fora daquele antro. E para quê? Perguntam vocês em uníssono. Para nos enfiarmos num outro antro 5 minutos depois.
Decidimos ir a uma casa de Strip-tease feminino. Passo a explicar: para mim, um show é um show. Seja no Finalmente, seja no Casino do Estoril ou numa casa de Strip. Simplesmente adoro e, quando tenho oportunidade lá vou eu… Além de se assistir a um espectáculo, bom ou mau, não interessa, é um local que está sempre recheado de homens e isso, como devem calcular, é coisa que me interessa. Nesta noite em particular, a casa tinha muito poucas pessoas, mas estava composta.
Ainda deu tempo para assistir a duas actuações (?) e beber mais duas bebidas. E ainda bem que fui com a AR, que é uma expert nestes assuntos (toma lá que já almoçaste) porque senão estava sempre a cometer a mesma asneira de aplaudir as senhoras a meio do show, com elas ainda completamente vestidas. Mas eu sou assim, entusiasmo-me facilmente. E tiveram sorte de não me jogar ao poste entre as duas performances. Senão iam ver o que é uma verdadeira show-girl.

Agora percebem como uma noite que começou muito bem, acabou muito melhor ainda. Para a semana repetimos, mas provavelmente, no México.

4 comentários:

wind disse...

Miss Shirley B, o que já me ri:)
Parabéns como escreves com esse humor!:)

Minerva disse...

Lindo!!!
Sabes que te digo?!? Devias ter saltado para o palco!!!!
Esse tipo de casas de espetáculo estão a precisar de um refresh! Parece que foi um noite e tantas! E quanto álcool é que acham que ingeriram? Já sopraram um balão a seguir? Espero bem que não, pois eu já e... fui parar à esquadra! Mas é sempre tudo giro quando se tem uns copos a mais e são 5h da manhã (eu até gosto de fardas!!!).
Adorei o seu post Miss Shirley B
Bjs
Mi

cumplicidades disse...

Acho que só de imaginar toda esta situação é hilariante, não consigo pensar o que foi passar por ela...ehehe

Espero que ambos estejam melhor.

Bjs

ana susy disse...

ui ui se isto é cá imagino no mexico!!!ninguem vos segura!!! divirtam-se.

jinhos