Mais vale tarde que nunca!

domingo, junho 24

Devem estar à espera de um balanço do dia e noite de ontem, enquanto a AR não acorda, aqui vai um post meu que faltava!


Bom, apesar de já se terem passado três dias após o primeiríssimo aniversário do blog, do qual não me esqueci, mas a minha querida vida não permitiu escrever na altura.

Primeiro e viajando pelo tempo, num ano, muita coisa mudou. E foi o que aconteceu a este blog e às pessoas que o dinamizam, não falando só n@s colaboradores mas também nos visitantes e críticos.

Um dos principais objectivos e, lembrando-me perfeitamente, uma conversa que tive com a AR quando decidiu lançar o blog, era criar-se um espaço respirável, sem dramas, divertido, que nos desse prazer e isso se transmitisse.
Neste aspecto concordámos plenamente, ambas somos pessoas que gostamos e fazemos questão de “fugir” a ambientes infelizes, pesados, deprimentes.
Porquê continuar a alimentar este tipo de claustrofobias?! Não faria sentido!(quando alguém estava a tentar sair do armário) :pPp

Uma das primeiras condições que impus e só assim participaria no blog seria: escrever quando e sobre o que me apetecesse. Depois de muita luta lá consegui :p (brincadeira)
Isto talvez responda a um comentário feito ao post do primeiro aniversário escrito pela AR, em que alguém perguntava porque é que alguns colaboradores deixaram de escrever. Respondendo por mim, evidentemente que não foi deixar de escrever, apenas não surgiu por circunstâncias da vida e devo dizer, boas circunstâncias. O que não faz de nós mais ou menos ausentes. Claro que para um blog funcionar, é necessário escrever, mas também quando se escreve por obrigação depressa desaparecem as pessoas que o lêem e um elemento fundamental, o prazer.
Mas este blog é especial, tem uma fonte de alimento própria, há sempre alguém que escreve, há sempre alguém que exige que algo seja escrito, o que é fundamental!
É com orgulho que hoje, vejo o impacto positivo, criado por este espaço que sempre teve como objectivo isso mesmo, dar vida a outras vidas, descontrair, viver e não simplesmente sobreviver, oferecer prazer!
Continuem a opinar, a ler, a escrever, é para todos. Não se paga! :p
Etiquetas: LiveJustNotSurvive

2 comentários:

Blue disse...

:-)) e eu gostei muito de te conhecer! E espero que um dia voltes a ter prazer em escrever aqui porque é muito bom para tod@s nós podermos partilhar o prazer da tua companhia!

Beijo grande!

sara disse...

Many for goods pelo primeiro aninho de vida. Venham uitos mais!!!