Será que sou lésbica?

terça-feira, julho 31

Se soubessem a quantidade de vezes que estas palavras: “Teste Lésbica”; “Teste para saber se sou lésbica”; “Como saber se sou lésbica” (e mais algumas variantes) são inseridas no Google e que aqui vêm parar, estariam como eu, de boca aberta.

Aproveitei para fazer a mesma pesquisa e descobri o que provavelmente estas pessoas também descobriram, não há teste em português que responda a esta questão, há alguns em inglês (ao bom estilo da revista Maria)!

(Eu sei que no fundo tudo se vai resumir aos rótulos, mas esta questão, para mim, tem exactamente o mesmo significado que a LiveJustNotSurvive uma vez tão bem descreveu aqui. Como tal dêem-me alguma liberdade de manobra na quantidade de rotulagens que vou fazer a seguir.)

Eu nunca tive dúvidas sobre a minha orientação sexual (andei perdida sem saber o que lhe fazer e como viver com ela, mas nunca tive dúvidas). A primeira vez que me lembro de me ter apaixonado perdidamente por uma “mulher” tinha 5 anos e ela 7.

Chamava-se Sofia, era loira de olhos azuis. Nas férias ela frequentava o mesmo ATL que eu, foram dois anos em que as férias presa naquele sítio eram o ponto alto da minha vida. No resto do ano eu “namorava” a contra gosto com o Miguel, o rapaz mais enfezadinho do ATL, que não arranjava namorada e que os nossos amigos achavam que como sobrávamos os dois seríamos o casal perfeito (hoje pergunto-me se ele não seria/será gay).

Fiz de tudo para ser amiga da Sofia (a diferença de idades nesta altura é lixada) e por fim consegui. Os melhores momentos das férias, que ainda guardo com carinho, eram passados no autocarro do ATL nas visitas de estudo que fazíamos, uma vez por semana religiosamente. Ela sentada ao meu colo e eu a fazer de sinto de segurança toda a viagem (agarrava-a pela cintura e puxava-a para mim) o seu cabelo cheirava a Baby Johnson (ai esse odor traz tanta saudade, mata-me de amor, dá-me liberdade – já dizia o outro Sr.) e eu literalmente derretia.

Costumam-me perguntar se eu tinha consciência, nessa altura, que estava apaixonada. Acho mesmo que sim, eu queria namorar com a Sofia. Sabia também que isso não era possível (além de que todos me diziam que o meu namorado era o Miguel e o namorado da Sofia o César), sabia que as meninas entre si eram amigas e entre meninas e meninos havia namorados. Achava também que a Sofia gostava de verdade do César, logo, eu não era correspondida. No entanto, o sentimento de incomodo com a minha homossexualidade só apareceu na adolescência, na infância nunca me senti incomodada.

(O post já vai longo e não falei de nada que queria falar, fica o resto para amanhã, que eu hoje fico com o sentimento enternecedor do meu primeiro grande amor platónico e puro)

35 comentários:

Açucena disse...

Encantadora, esta história do teu primeiro amor!

DUCA disse...

Adorei o relato sobre o teu primeiro amor. Agora fico à espera do resto!

Beijo

kali disse...

Engraçado como as situações que julgamos únicas se tornam em lugares comuns...a mim aconteceu-me o mesmo no colégio na minha pré-primária...gostava imenso de brincar aos papás e mamãs...claro que sempre no papá com as mamãs todas a disputarem o papá no feminino pq os meninos eram muito abusadores...e eu contente da vida...ah belos tempos...
mas ainda bem que há quem como tu vai escrevendo sobre tudo e que ao lermos nos vamos relembrando do nosso historial...continua assim...

Sweet Porcupine disse...

AR,

epá....que doçura de lembrança!!!

Vai um "cigui" na falésia a ver o mar?

;)

Beijinhos ouriçados

Hobs disse...

A minha primeira paixão era a Ana Margarida. Tinha 5 e eu tinha 5. Não sei porquê, a Ana começou a andar mais interessada na Filipa e eu acabei por beijar uma outra Filipa aos 6. Foi o meu primeiro beijo. :D

Viz disse...

Ganda L dedse pequena
define o "amor puro" pfv....

Tadinho do plat�ozinho

bjkas

Inha disse...

Que boas mexidas no baú das recordações ;o), tanta inocência e tanto karma, lol!
Gosto de te ler a soltares a frangota intimista!
Beijos
Inha

Ps. A Viz pergunta: Passaste pelo sindroma de Electra? ;o)

indigo des urtigues disse...

Linda história:)

Recordo-me que gostava muito da Dina, uma menininha da escola primária, mas julgo que n tinha bem a noção do porquê de gostar tanto dela...aiai :)

Pink Soul and Blue Angel disse...

Muito querida a história!
Nunca nos esquecemos do primeiro amor, pois não??
a mim isso só aconteceu aos 13anos. Apaixonei-me por uma "stora" HeHe. Entrou no meu coração e nem bateu a porta! :P Desarrumou me a casa toda. (o coração). Enfim mas passou...engraçado vi a ontem! Estava linda como sempre. Mesmo que o tempo passe, continua uma mulher de 40 super sexy! :P
adoro o teu blog.
Kisses


Pink Soul

minerva disse...

Ar: Gostei muito da partiha...
Eu não me lembro de nada tão bonito e ingénuo... lembro-me de com 7/8 anos ir dormir a casa da minha prima e estar lá uma amiga. Dormimos juntas e bricámos todas aos papás e mamãs...

Pink soul and blue angel:
No 10º ano lembro-me de ter uma paixão platónica pela minha professora de psicologia... Será que toda a gente se apaixona por uma profesoras?!?
Bjs
Mi

misterios@ disse...

ola,
o meu primeiro amor foi a minha professora de Filosofia 10� ano,mas foi ela quem se apaixonou por mim,acabou por ser o meu primeiro amor.Naon me arrependo,mas se soubesse o que sei hoje(ou pelo menos metade do que sei :) ) nunca me teria apaixonado por uma pessoa mais velha que eu 12 anos.bem...
� a vida :)

S.M. disse...

A paixão pelas profs é um clássico ao qual pouca gente escapa: a mim calhou-me a de Francês ( bizarro, não?), no 9ºano. Acabou por influenciar decisivamente a minha vida profissional.
Da infância remota pouco recordo, a não ser o facto de preferir juntar-me aos rapazes e brincar com eles na idade em que normalmente as meninas brincam mais umas com as outras. Ele há coisas...
A tua histórinha é uma ternura...
Bjs

Anónimo disse...

legal a história de vcs...
mais eu não sei bem o que sou...
fico confusa...sei-lá as vezes acho que sim mais as vezes que não gosto muito de ficar com garotos.
mais as vezes sinto um forte atração por garotas.
tem vez que quase enlouqueço por que não me entendo...não quero ser lesbica...mais tmb nunk amei de verdade nem um garoto...tem uma amiga que sei-lá eu acho que gostava muito dela no 1º ano mais nunk tive corage de falar nada e a poucos mês descobri que ela é lesbica hoje estamos na faculdade e mantemos a amizade. mais msm assim não tenho corage de falar algo. mais eu evito pensar em garotas. estou confusa afinal gosto de garotos e garotas.eu me sinto um verdadeiro ponto de interrogação.

Flor do Deserto disse...

A mim só me aconteceu agora aos 30. Sempre namorei homens, sou casada e nunca dei por mim a olhar para mulheres como me acontece agora. Apaxonei-me por uma colega de trabalho, andamos meses a trocar olhares intensos e sorrisos. Achei por bem falar com ela. Negou que isso se tinha passado, mas os olhares continuaram. Continuo casada, mas não consigo tirar aquela mulher da minha cabeça, ando nisto à ano e meio.

Ps-sei que é a 1ª vez que aqui venho, mas preciso de falar acerca disto com alguém. Se puder falar com algumas de vcs, email, messenger, qq coisa digam. Desde já obrigado a todas.

Anónimo disse...

Oie, pois bem...o que acontece comigo é a mesma coisa que o depoimento Animo disse: pois sou estranha, nunca tive um amor verdadeiro por garotos, nunca fui afim de ficar, somente de ter amigos goartos, sempre tive mais amigos do que amigas, e qd tenho amigas e de verdade, e tipo paixão...porem nao quero acreditar que sou lesbica...pois gosto de meninos, porem sinto atraçoes por meninas tbm...e uma coisa louca..é complicado de explicar, vivo colocando na minha cabeça que nao sou Lesbica...e pronto...porem acho feio gays, já meninas lesbica não sou contra...acho legal...vai entender essa minha cabeça...só Deus mesmo para me ajudar e esclarecer essa duvida. Pois tenho um amigo...que agora percebi que sempre o amei, porem nao sabia disso...então acho que não sou lesbica...pois gosto desse menino..porem tbm gosto de meninas...sera que isso e normal?? ter uma paixao por sua amiga??

beka disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Alguém poderia me ajudar?
Tenho 18 anos e sempre me considerei "hetero". Desde criança raramente me passavam idéias de atração sobre outras meninas e sempre acreditei que essas rapidas passagens eram coisas da idade, tanto é que foram poucas. Sempre me senti atraida por homens, sempre me apaixonei por garotos, como hoje ainda sinto. Gosto de coisas alternativas, principalmente ir em bares mas nestes, a maioria do publico é gay ou bi. Então, meu circulo de amizades se tornou GAY, ando com gays, meus melhores amigos são gays. Não vivo mais sem eles. Como a homossexualidade foi se tornando cada vez mais normal para mim e fui conhecendo também algumas lesbicas fiquei na duvida. Comecei a pensar se sou também apesar de que quando penso em desejo, vem primeiramente um homem na minha cabeça. Gosto de beijar homens. Só uma vez senti vontade de beijar uma garota que conheci lá, achei ela realmente bonita mas nao sei se esta atração foi mais pelo contexto em que estou vivendo e pela admiração que tive por ela por ser realmente bonita. Gostaria mesmo de ajuda, alguns conselhos seriam muito bons para mim. Agradeco desde já! Espero respostas. Até!

Anónimo disse...

vou contar aqui, algo que me aconteceu: Era começo do ano letivo na minha escola... Eu estava conversando com minhas amigas quando, eu vi passar uma garota, que me chamou bastante atençao.. Nao sei como isso aconteceu, mais eu fiquei super atraida por essa menina... No momento que ela passou, eu fiquei de olho nela, e minha amiga perguntou se tudo estava bem. eu resolvi ficar na minha por aquele momento.. No dia seguinte, eu fui ate a sala dela,(ela fazia o 3º e eu o 2º) Ao chegar la, chamei ela pra conversar, passamos o intervalo todo conversando,eu me seentia tao bem ao lado daquela garota, que queria ter ela ao meu lado... Isso nunca havia acontecido comigo.. entao eu preocupada com algumas coisas, fui conversar com minha melhor amiga, e disse a ela o que estava acontecendo... ela disse que nao era nada demais e que ia passar logo... Mais nao passou, isso so aumentava cada vez mais...
Depois que nos conversavamos com frequencia, trocamos e-mails, telefone. Eu ja estava super envolvida, sempre que eu a via passar no corredor da escola, meu coraçao pulava, eu pensava coisas que jamais havia pensado... Mais ela nao sabia do meu sentimento por ela, mais eu sempre queria estar ali do lado dela...
Um dia eu pensei em escrever uma carta anonima pra ela, e mandei meu amigo entregar, sempre que ela recebia as cartas ela chegava em mim e me mostrava, dizendo que gostava do que estava escrito..Mais eu nao podia dizer isso pra ela, era estranho. E eu ja nao aguentava mais, me sentia mal em manter todo aquele sentimento em mim. Nao queria so a amizade dela, mais ela apenas queria minha amizade.... Eu gostava muito do estilo dela, da voz dela, quando ela cantava uma cançao que ela mais gostava, gostava da cor rosa do cabelo dela... Um certo dia descobri que ela estava namorando,fique triste ao saber da noticia.. Nao suportava entrar no orkut dela e ver a palavra NAMORANDO e o nome da pessoa que ela estava... sempre chorava, por que meu amor por ela era enorme... Ela era minha primeira garota!! Mais ainda bem que o namoro dela nao durou tanto tempo.. isso me fez sentir mais feliz...
Meu sentimento por ela era tao forte que uma musica eu fiz pra ela..

Vou colocar aqui uma musica

Baby, quero ser sua namorada
baby, voce é tudo que eu preciso
Mesmo que eu esteja assim
Bm ao seu lado
Mesmo que eu
esteja a amando assim
sem o tempo no meu lado
nao posso ser sua namorada?

Mesmo assim eu ainda digo
que penso tanto sobre voce
acho que voce deve ter outra pessoa

Mas nao posso dizer
quantas vezes eu chorei
mesmo que voce tenha que mentir
para mim

Voce é a unica para mim
Por favor isabelle
diga que eu sou a unica para voce!!

Bom essa musica eu fiz para ela.. minha Isabelle e se chama(ser sua namorada)
Depois de alguns tempos, nós continuavamos amigas, mais depois das ferias do mes de julho, ela saiu da escola... Foi uma dor tao grande para mim, porque ela era a razao das minhas idas ao colegio, ela me dava a imensa felicidade...
Eu gostava do que estava sentindo

Agora, ela esta trabalhando perto da escola, em uma loja de body piercings, e sempre que posso estou indo la para ve-la...
Sinto saudades de ve-la na escola... minha isabelle.



Minha isabelle, a primeira garota que eu ja amei!!!!
Tipo assim, inesquecivel!!!!

Se o primeiro amor hetero, nós nao esquecemos
Imagine o primeiro amor homossex..
fica para sempre em nossas mentes!!!!!

PARA MINHA ISABELLE

"Ela nao se obteve nenhum dinheiro
suas roupas sao da banda slipknot
seu cabelo esta um hardcore selvagem e livre

A mais o amor cresce
Aonde vai minha Isabelle?
Ninguem sabe mais do que eu

Ela fala Deftones
e as pessoas dizem que ela é louca
Sua vida é um total misteirio

A mais o amor cresce
Aonde vai minha Isabelle?
Ninguem sabe mais do que eu

Ha algo sobre a nao exploraçao
da mina
É un sentimento que esta bem
Eu acabei de dizer
Ela esta conquistando tao bem
Que eu nao posso fugir

Sou uma afortunada
E eu so começei a lhe dizer
que te amo em infinitos

Porque o amor cresce
Aonde vai minha Isabelle?
Ninguem sabe mais do que eu

Ela continua crescendo
a cada lugar que ela tem ido
e ninguem sabe mais do que eu

SE VOCE CONHECEU A SUA
VOCE NUNCA MAIS ESQUECE DELA
E NINGUEM SABE MAIS DO QUE EU

Alex disse...

Acho que a minha primeira paixão lésbica foi com 15 anos; havia uma rapariga que eu via sempre no autocarro, e não conseguia tirar os olhos de cima dela... era tão bonita... eu estava completamente obcecada por ela... embora não a conhecesse. Tinha os olhos castanhos, amendoados, com alguns traços japoneses, e tinha o cabelo curto com uma franja vermelha... ela notou que eu estava sempre a olhar para ela e começou a evitar-me :-( enfim.. acho que foi a primeira vez que desejei uma mulher em particular...

Adorei a sua primeira história de amor... eu só descobri que sentia atracção por mulheres aos 12/13 anos, mas nessa altura pensava que era uma atracção física...

É bom ouvir as experiências de outras mulheres, faz-me sentir compreendida. :-)

Neste momento estou com a dúvida se sou bissexual ou lésbica... mas enfim, só com o tempo é que poderei descobrir, não é?

A verdade é que prefiro imaginar-me casada/a viver com uma mulher, de futuro, do que com um homem...

ojuara disse...

meninas,adorei as histórias de cada uma d vcs, no meu caso sempre tive caracteristicas homo, na minha infancia me sevtia como homem e praticava atividades masculinas mais com o tempo e a chegada da minha adolecencia me vi obrigada pelas convenções a me comportar como hetero oq so me troxe duvidas e sofrimentos, so consegui beijar um garoto aos 16 e foi pessimo fiquei 4 anos sem beijar ninguem e a ignorar minha homossexualidade, aos 20 começei a nomorar um garoto fiquei 1 e 10 meses com ele nunca consegui fazer sexo com ele e sempre fui muito fria em relação a isso, sempre reprimi todo tipo de pensamento sobre mulheres, so quando vi uma mulher que realmente mexeu comigo foi q eu terminei o meu namoro, nunca tive nada com ela mais por causa dela minha vida se transformou, mudei de cidade desfiz um quase noivado e assumi minha homossexualidade, ainda não tive nenhum tipo de relacionamento com mulher mais sei que gosto delas e quero muito encontrar alguem legal... as vezes eu pesso que sou louca e que isto tudo é um sonho ou pesadelo, meus pais são extremamente preconceituosos e jamais irão aceitar isso, se eu pudesse, se conseguisse me apaixonaria por um homem e me casaria com ele seria bem mais facil, mais não posso.

ojuara disse...

meninas se alguma de vcs quiser entrar em contato comigo para conversar a respeito é so pedir meu email... gostaria muito de conversar com alguem, obrigada!

Anónimo disse...

não acho que eu seja lesbica,já fiquei com 8 meninos.Mais agora bateu uma paixão por um menina colega minha..Não sou lesbica,mais estou com medo,odeio lesbicas ;s
mais estou me sentindo uma, !
mais eu sei que não sou,só é uma curiosidade,experimentar uma vez pra ver como é beijar uma mulher.Alguma mulher me responde ? sente tesão por um mulher quando vai beija-la ? essas são as minhas curiosidades,e tbm uma leve paixão.

caroliine disse...

Essa situaçao é muito complicada....sempre gostei de meninos..mas de repente aalgumas semanas atraz sempre me vejo com uma colega de sala...no inicio eu a tratava normamente, mas agora sempre a tenho em meus sonhos...o sorriso e a postura dela me encanta...Eu sou bastante religiosa...e isso vem contra os meus princpios, mas nao resisto...nao sei se é apenas uma carencia minha....mas quano eu a abraço....conversop com ela me sinto tao segura....como nunca estive com meus namorados....A alguns dias fiquei sabendo q ela a um tempo atraz achava q era lesbica....mas isso passou a amiga dela me disse q era apenas uma situaçao da vida...e ai q me preocupa eu gosto muito dela e nao sei o que fazer....mas eu nao deixar de gostar de homens, ainda sinto atraçao por alguns..mas nao é da mesma forma...eu comecei a prestar mais atençao nas mulheres...do q com os proprios homens....Porem nao sei se e apenas uma fase da minha vida....mas o que eu sei e que ela me atrae...e nao estou aguentando mante-la apenas em meus sonhos...vai chegar uma hora q eu vou explodir....e vou dizer tudo que sinto por ela..mas nao sei como ela me verá depois...pq as pessoas me julgam como a inocente...a menina q e para casar....e nao para ficar...e é isso que me deixa com medo.... de me entregar e depois nao dar certo....

nathy disse...

pow... é engraçado como esse tipo de sentimento brota na infância... qndo eu tinha 6 anos eu beijei a minha prima e gostei muito mais tarde com 14 me apaixonei por uma amiga de escola,que confesso até hj me olha diferente por conta disso,naum sei é algo que eu naum consigo explicar vem desde de criança... Gosto de todos sou bi..., Gosto de pessoas... Hoje sou bem resolvida quando a minha sexualidade... Gostu de homens lógico,mas, gosto muuito mais de Mulheres

Anónimo disse...

Bom eu sempre soube o q eu era,mais nunca consegui adimitir e assumir,tipo meus pais são hiper atrasados odeiam qualker papo assim.
Eu já namorei com homens,mais sempre amei mulheres.E hoje eu não sei o que fazer estou dividida em 3 meninas,uma é linda,simplismente me intende e me completa,a segunda é minha melhor amg e a terceira é uma amiga recente extremamente envolvente.
Eu as conheci esse ano, e estudo com a 2 ultimas.
A 1º esta namorando mais sempre da encima de mim,me canta e diz que me ama q se tivesse chance ficava cmg,a 2º diz que me ama ,ja ficamos algumas vzs e a 3º fica me seduzindo e até me tranco no banheiro da escola uma vez.

Anónimo disse...

gente eu preciso de ajuda !!
aos 16 eu percebi que tenho atração por mulhers
me add no orkut : anjobia2010@hotmail.com

Anónimo disse...

bem, eu tenho so 17 anos e ate o ano passado sempre me apaixonei e namorei homens nuca pensei seker em mulheres alem de amigas..entretanto descobri que minha tia e lesbica e eu convivo muito com ela apartir dai.. e eu fikei a pensar muito no asunto....e imagino me muito a beijar uma mulher ate pk eu e a minha melhor amiga ja nos beijamos com insistencia minha so para experimentar mas nao passamos do "selinho" pk ela e 100 por cento hetero da pra ver....ate um pco homofobica......bem, nunca falei disto a ninguem ate porque nao tenho certezas. ha uma rapariga que me deixa louca..bem ela ja tem 29 anos no minino mas e liinda demais, ela morou no meu predio, agora ja nao mas as vezes cruzoo me com ela e nao consigo parar de olhar pra ela e ficar a imaginar beija la..fico louca excitada com ela........

Anónimo disse...

A minha situação é bem parecida! Desde pequena tive meninos como melhores amigos. Sempre gostei mais das brincadeiras deles! No começo da minha adolescência apaixonei-me por uma colega que fazia curso de dança comigo! Mas, nunca demonstrei! Logo após comecei a namorar um menino, eu o amei, mas, no fundo sempre soube que havia algo errado: o nosso relacionamento nunca foi dos melhores para mim! Já aos 16 anos, apaixonei-me por uma colega de trabalho... porém também não demonstrei. O tempo passou e aos 18 anos comecei a namorar outro menino, o qual terminei nesta semana - namoramos durante 5 anos, já éramos noivos, quando eu resolvi contar estar apaixonada pela minha professora da faculdade. Já não foi uma novidade para ele, uma vez que sempre foi visível esta atração da minha parte. Desde o primeiro momento senti-me atraída por ela! Nossos gostos culturais fizeram com que nos aproximássemos a cada dia!Trocamos e-mails, msn, ligações... nossa amizade foi prolongada além do semestre. Ela se tornou minha melhor amiga. Porém, ao contrário de mim, ela é super preconceituosa e fica sempre com os rapazes mais lindos... modelos internacionais, afinal, ela também já foi modelo, o que me causa um enorme ciúme! Certa vez resolvi lhe falar que pensava ser muito supercifial suas atitudes - que pensava que a vida é bem mais do que ficar com vários rapazes ao mesmo tempo. Ela ficou ofendida! Na busca de uma reconquista, ela percebeu a enorme paixão que sinto e me disse para que me afastasse! Foi como uma faca em meu coração... mas, sinceramente, não entendo suas atitudes, afinal, ela tinha algumas atitudes duvidosas. Eis a questão, ou ela realmente é hétero e nada quer comigo, ou pode estar relutando para não assumir seu lado homossexual, ainda mais por eu ser, até então noiva. Enfim, eu reluto agora para esquecê-la para sempre... realmente minha gente, não é fácil!!! A vida seria tão melhor se apenas seguíssemos o fluxo, se fôssemos héteros! Sonho todas as noites com ela, cada vez que a vejo meu coração parece saltar pela boca. Ela é incrivelmente linda! O que a torna muito popular entre os garotos e até garotas! Sei que ela me acha bonita também, pois já falou várias vezes, passou as mãos em meus cabelos... elogiou-me inúmeras vezes... mas, não entendo, não consigo decifrar seus olhares (aqueles olhos verdes - me seduzem)... olha, desisti de tentar entender! Estou no momento de tentar esquecê-la e assumir de uma vez por todas a minha homossexualidade. Meus pais nunca foram contra, sempre respeitaram e já falaram que que me amariam da mesma forma caso um dia eu realmente assumisse isso! Pois bem, a vida continua...nunca fiquei com uma garota, mas sinto um amor enorme pela minha amiga !!!

Anónimo disse...

meu priemiro amor estuda comigo eu a vejo todo dia .pensa numa garota linda,sensual,maravilhosa a noite sonho com ela ...so nos sonhos ela é minha..ela tem 18 anos e eu 20..ela é bisexual nao tem como um homem olhar pra ela e nao deseja la.ela é uma mulher involvente..mas nao consigo entedela ela joga uns verdes pra mim ela diz assim: vç teria coragem de trair seu namorado?morre de ciùmes de mim quando as garotas se aproximas me abraçam e colam o corpo em mim..ela olha pras meninas com a cara feia..quando alguem liga pra mim ela pergunta quem é? e se for uma amiga me convidando pra sair faz uma guerra .ela namorava uma menina mas agora ta com um garoto ela da uns sinais tipo a piscadinha,eu vejo o jeito q ela me olha é diferente ...isso quando eu to de costas escrevendo..ai pelos sinais eu fui nela e disse q tava afim?ela pega e me dar um fora? e ai vçs acham q ela me ama? ta se fazendo de durona? me ajuda pelo amor de deus....

Anónimo disse...

bom.. interessante todas as hisórias, até me indentifikei com algumas!
Tenho 15 ano e meu primeiro bj aos 6 anos foi com minha prima de 9. ela q começou. Depois de mts anos me apaixonei por outra prima ao 13 e ela tinha 19, linda e o cheiro de seus cachos me elouqueciam, hoje somos grandes amigas e n sinto mais nada além de amizade por ela e ela sabe do meu antigo amor platonico por ela, rimos juntas disso!
Mas o fato é q há um ano e meio me apaixonei por uma garota q eu nunca havia falado se quer... é uma garnde história, mas vou resumir ao maximo:
na minha sétima serie eu andava com umas ninas bi e tava querendo fikar com uma delas até que um dia vi essa garota, Taís, ela é linda, alta (minha altura), seus cabelos eram grandes na época e com cachos louros na ponta, olhos grandes como de desenhos de mangás, magra (como modelo. Meu tipo preferencial), enfím... linda
ai um belo dia uma das minhas amigas q já sabia da minha atração por essa até então desconecida, tbm se sentia atraída por ela e resolvel brincar com ela. Quando minha "amiga" viu ela passar disse que se casava com ela e ela olhou pra trais e sorriu, minha amiga, lorena, foi lá conversar com ela e tomou um fora, mas descobriiu que ela era bi e me contou. ao saber eu quase tive um treco.~
lorena acabou me apresentando taís e ela n parava de me encarar até q um belo dia eu decidi chegar nela e quando ela passou por mim eu "brochei" mas ela me reconheceu e olhou pra trais me encarando e eu dessa vez tomei coragem e chamei. nesse dia falei q eu tava afim e ela disse q a gente mal se conhecia e que depois podia até ser e me deu o seu msn
Por um tempo conversamos, mas eu sempre estava nervosa e falava merda, besteira e ela acabou me blokeando,mas eu n desistir e conheci um amiga dela q estudava em meu colégio e essa amiga nos juntou pessoalmente
Agente se conheceu melhor, ela sempre ficava se jogando pra cima de mim quando eu me fazia de difícil. Uma vez fui na casa dela depois de mt tempo sem ligar ou aparecer por lá e ela me recebeu de toalha e isso n é mt coisa perto do q ela fez depois, se abaixou e pegou alguma coisa no chão q eu n vi pq tinha outras coisas mais interesantes p ver como seus seios q apareceram shauksk, em seguida ela se virou e ageitou a tualha abrindo-a e fechando-a novamente!!!
Depois de muito tempo um dia estavamos eu, ela e uma amiga nossa, numa sorveteria, perto da casa dessa amiga nossa. Eu chamei essa amiga, lai, e perguntei se ela n tinha um lugar onde eu pudesse ficar com taís. Taís me olhou com uma cara de espanto, eu virei p ela e perguntei estendendo a mão "vamos?" ela me deu a mão sem falar nada e lai nos levou para a casa da tia dela! Lá, ela demostrou um nervosismmo q eu nunca imaginava vir dela, uma garota decidida e de atitude, eu tbm nervosa puxei ela p um quarto escuro e lai trancou por fora, pronto, ela n teve saída. lá ficomos por alguns minutos bem intessos até q a tia de lai chegou, saímos rápidamente de lá nos recompondo =x
depois disso me afastei dela pq me mudei e comecei a ir p igreja, só q essa quinta feira eu a revi e n vou menti ainda a amo e n toh com a menor vontade de ir p igreja mais e sim de ficar com ela dnovo!
acho q sou bi, mas de uns tempos pra ká toh sem atração nenhuma por garotos. Até namorei um nesse periodo de distancia dela, mas foi um namoro sem sal e terminei.
Sinceramente... não quero ser lesbica, prefiro dizer q sou bi msmo!

gislayne disse...

amei toda essa historia me deu ate um pouco de inveja..

Anónimo disse...

Msn:monalysa_hot@hotmail.com

Anónimo disse...

será que alguém poderia falar comigo? preciso mesmo de ajuda quanto a minha sexualidade. Vou deixar aqui meu msn, caso alguém queira
ilycandie@hotmail.com

Sally Mars disse...

Adorei as vossas historias sobre o primeiro amor lésbico.
Não me lembro bem do meu primeiro amor, mas desde o 10º ano até agora 11º apaixonei-te por uma rapariga, Patricia. Nunca amei tanto uma rapariga como a amei. Eu não sou o tipo de raparigas que fala muito, por isso não falavamos muito, mas quando ela falava para mim o meu coração acelarava e eu ficava tão, mas tão feliz. Nós estavamos sempre a pegar uma com a outra, mas sei que há uma amizade reciproca. Havia um rapaz da minha turma que também gostava dela, ma nunca tve hipotses com ela. A Tixa é a rapariga mais bonita que alguma vez vira, o seu sorriso faz-me sorrir e os seus olhos estão sempre a brilhar, e não vamos falar do seu fisico. oK,vamos ela é loira com olhos castanhos, magra, estatura normal, mas o seu rabo é rechonchudo. Só me da vontade de lhe apalpar. Como ela é muito carente está sempre a dar beijos e abraços ás pessoas. Tive sorte de ser uma dessas pessoas porque ela beija-me o rosto e abraça-me como se não houvesse amanhã.
Esse amor por ela estava-me a por maluca, eu não conseguia parara de olhar para ela e sentia que de alguma forma tinha de dizer a alguem que a amava e que sentia que era lesbica. Então contei a uma rapariga da minha turma por sms, Sara, ela intendeu-me e aconcelhava-me. Contei também ao meu primo e descobri que ele se sentia gay, sempre tive uma suspeita. Mas também ele quer continuar com a mentalidade de hetero e com vida de hetero por ser mais facil.
Acabei por contar a muita gente que era bi, mais facil do que dizer que era lésbica. Já sabem 6 raparigas da minha turma que sou lésbica/bi e mais o meu primo, aos pouco vou saindo do armário.
No Verão passado tive para contar á Patricia que estava apaixonada por ela, mas isso estragaria tudo. Ainda bem que não fiz nada que me viria a arrepender.
Continuo a nunca ter beijado uma rapariga, mas a desejar profundamente que me aconteça isso, porque sim eu amo garotas, porque ao contrario dos rapazes ela não são crianças, brutas ou incensiveis.
Beijinhos Sally Mars - Visitem o meu blogue - L Tudo Menos Normal

Erinéia disse...

Oi hoje em dia estou casada mais já morei com uma amiga minha, e colega de trabalho,e nos tínhamos um caso! Mais isso e algo sigiloso! Pa vcs eu contei mais ninguém nunca vai saber quem sou! Eu tenho um site para professoras les.... Thau fiquem com deus!!!