Viva a Srª Foster

quarta-feira, agosto 15



A Srª Foster é capa da revista MORE deste mês. Eu não conhecia a revista mas aparentemente é para mulheres acima dos 40 anos…e a nossa Jodie Foster já tem 44. É verdade, e quem olha para ela não diria. E não me parece que haja muito photoshop envolvido. Tomei a liberdade de traduzir partes do texto, mas quem quiser ler o original em Inglês e na integra podem visitar o blog que me “emprestou” o artigo. O link está no titulo.

O que diz sobre os seus ídolos:

“Katharine Hepburn teve uma longa carreira. Eu estou ansiosa por envelhecer no ecrã, de fazer filmes quando tiver 65 ou 70 anos e fazer papéis de mulheres realmente mais velhas. Adorava ter a carreira da Meryl Streep mas não tenho a certeza se quero trabalhar tanto o quanto ela trabalhou enquanto tinha 50 anos”

Trabalha, filha, trabalha, que nós estamos cá para te aplaudir.

O que diz sobre as cirurgias plásticas:

“Não é a minha “cena”…prefiro que alguém diga: Wow, aquela rapariga tem um nariz enorme” do que dizerem: “Wow, aquela rapariga fez uma péssima plástica ao nariz”. Prefiro que comentem acerca de quem eu sou do que acerca de algo de que eu me envergonho”

Pois querida, com esse palminho de cara até eu. Vê lá se queres apanhar um estalo.

Sobre o controlo de armas:

Isso é lá nos States, e sinceramente a mim pouco me interessa. Desculpem a frieza, mas é assim mesmo!

Sobre a solidão dos actores:

Eu acho que por esta altura a Srª já devia estar um bocado “grossa” porque a resposta não me parece muito coerente…Mas sabe-se lá o que vai na cabeça destes artistas. A mulher fala sobre o facto de estar 4 dias dentro de uma piscina de sangue falso ( espero que seja uma cena do seu próximo filme) e então acha que é por isso que não deve fazer mais do que um filme por ano.

Pois nós achamos exactamente o contrário, Clarice.

Sobre o facto de ser famosa:

“Aprendi uma série de lições ao longo dos anos. Uma delas foi que se eu não fosse famosa e ninguém soubesse quem eu era, seria perfeitamente feliz”

Ora sai mais um shot de Vodka prá Srª Foster, que diz que está com sede.

Sobre a família:

“De vez em quando tenho um daqueles dias em que já alimentei o peixe, limpei 10 cócós do jardim, levei o gato ao veterinário, cosi o equipamento de Karate do meu filho até sangrar dos dedos e certifiquei-me que ele teria tudo pronto, e ele acorda e diz: “Oh, o que é o pequeno-almoço?” Ele não sabe, e porque haveria de saber? Mas não há absolutamente nenhum reconhecimento ou prémio para o que eu faço. Excepto o facto de os meus filhos crescerem para vir a ser pessoas maravilhosas. Dou por mim na garagem a ouvir NPR (???) porque quero ter um lado estimulante na minha vida. O único problema em ter crianças é que sinto falta de estar sozinha.”

Sobre o facto de ter 44:

“Acho que já não há pressão nenhuma. A parte mais forte das minhas neuroses pessoais é que me sinto responsável por tudo. Ponho tanta pressão em mim mesma, e sempre o fiz desde miúda. Há algo de bom acerca de se ter uma certa idade em que já se tomou tantas decisões. Tantos caminhos “não-escolhidos” estão para trás, e já não temos que nos preocupar mais com eles.”



Nota do tradutor:

Espero que @s car@s leitor@s compreendam que isto é uma tradução livre. Super livre. Caso haja alguma reclamação é favor remeter para a provedora do "Lésbica".

4 comentários:

Marlene disse...

Só para ser ranhosa: acho que NPR é uma rádio...:p

Miss Shirley B. disse...

A menina NUNCA é ranhosa!!! De todo...aliás, fui já "Googlar" NPR e que surpresa a minha:

US National Public Radio

Hahahaha...a menina não acha, a menina tem razão.

Maria Papoila disse...

Miss Shirley B., que bela escolha para um feriado.
Com ela ainda dava uma voltinha... ou duas! ;)

SHANE disse...

entre tantas caras d gajas novas e boas, e bom ver aqui a jodie, foi a minha paixao platonica(naquelas epocas a palavra virtual ñ existia)durante mts anos desde q ví "the silents of the lamb", e a traduçao esta no ponto!;)