Fotografia de Casamento

quarta-feira, setembro 12

Fui a um casamento de dois grandes amigos com a namorada, convidadas como casal. Foi um casamento completamente diferente dos que por cá se vêem, só para terem uma noção a noiva ia vestida ao bom estilo da Carry Bradshaw em Sexo e a Cidade até a sandália Dolce & Gabbana marcou presença, não se atirou arroz ou rosas no fim da cerimónia, mas sim bolas de sabão, resumindo foi fantástico.

Assim, que entramos diz-me a namorada:
Ela – Hum, já viste a fotógrafa?
Eu – Aquela?
Ela – Sim! Ela está a confundir o meu gaydar, às vezes apita outras vezes não. O que diz o teu?
Eu (que continuo sem encontrar o botão para ligar o gaydar) – Han, pois… Err… Tem gestos da equipa, mas o resto não me diz nada.

(Eu e a namorada, bem como, um outro casal gay que lá estava, estávamos tão à vontade que nos esquecemos completamente onde estávamos… Ou seja, estávamos quase como se estivéssemos em casa. Deve ser isto a que chamam o direito à indiferença, porque ninguém sequer pestanejou. Foi muito bom.)

Eis senão quando chega a altura das fotografias. Estava uma fotógrafa com os noivos e a segunda (a tal), tirava fotografias aos casais depois destes saírem de ao pé dos noivos.

O casal gay foi abrindo caminho (sim, porque um deles era padrinho da noiva, ou melhor, a noiva tinha duas fantásticas madrinhas), eles posaram com os noivos e eu e a namorada fomos logo de seguida. Passados uns minutos eles lá ganharam coragem e foram tirar a sua fotografia como casal (portaram-se com discrição na fotografia). Eu aproveito e agarro na namorada.

Eu – Anda, é agora que tiramos a limpo a dúvida…

Assim, que lá chegamos, (para provocar a Sr.ª) agarramo-nos uma à outra e sorrimos (muito discretas as duas ah ah ah), a fotógrafa sorri e desata a disparar, tira de seguida umas três fotos. Não satisfeita, pede-nos para mudar a pose (de costas uma para a outra) e dispara outras tantas vezes. Eu e a namorada já nos riamos às gargalhadas. Resumindo, saiu-nos o tiro pela culatra, tivemos que fugir literalmente da Sr.ª, que estava demasiado entusiasmada e já se juntava à volta dela um número considerável de convidados a ver o espectáculo.

Desvaneceram-se as dúvidas e com alguma sorte as fotografias ficaram de estalo.

13 comentários:

Anónimo disse...

Por falar em gaydar, alguem me diz onde é que posso comprar um???!! o problema não é encontrar o botão...o problema é que não veio incorporado cmg à nascença... lolol
e sem gaydar, como é que funciona??!! maaaalll...lol
Complicado isto...

Marquês disse...

Eis um convite, não para um casamento mas para uma visita à Real Alcova, que é nossa, mas também é vossa...

Miss Shirley B. disse...

Tás a ver, tás a ver...Se não aprendeste mais nada comigo, ao menos ficaste a saber como posar para a foto. Hahahaha, espero que não tenhas posto a lingua de fora como de costume.

LINDAS!!!!!! Eu matava alguém para ver a cena. Mas vou ver as fotos...o que já não é nada mau!

t. disse...

LOL! Agora vê lá se aparecem por ai como casal sensação!!!

shane disse...

lindo era ver uma foto publicada. ;)

Adoa disse...

Tenho pena de não poder ver as fotos!!

cumplicidades disse...

Quanto é que levas pelas fotos??? :o)

Bjs

Inha disse...

Fotos a ver num blog perto de si!!....eheheh, tinha a sua piada, não??? Melhor - Fotos a ver numa montra perto de si!! (logo, logo por cima do baptizado da Margarida e ao lado da 1ª comunhão do Pedro)
Beijos grandes

Psico disse...

Eu posso confirmar!!! Estavam lindas lindas sim Sra... aliás... estavamos todos lindos!

E miss shirley a nossa menina possou muito bem e não deitou a lingua de fora, uma autentica Sra! ;)

Beijinhos

Minerva disse...

Ar:
Só foi pena teres ido embora tão cedo, nem consegui falar contigo... e não viste o teatro!!! Mas confirma-se. O casamento foi lindo... Lol...lol...
Beijos
Mi

Lilith disse...

Concordo que lindo seria ver uma foto publicada no blog. Já passei por uma cena semelhante.

tagareladora disse...

Ora aí está uma situação a que eu gostava de assistir! Tenho alguma curiosidade em ver como se comportam as pessoas num contexto que "tradicionalmente" conotam como hetero!
Nós também lá vamos recebendo convites como casal e chega a ser cómico quando recebemos mensagens nos nosssos tlm's pessoas frases no plural :S

Lápis-lazúli disse...

A questão é mesmo essa, sermos convidadas para um evento que nos é vedado caso quizéssemos participar como protagonistas. Mas das vezes que fui, já 3 casamentos e dois baptizados, com a minha namorada na altura, achei o máximo. O auge foi quando ela foi a madrinha! Há momentos em que nem me lembro que não pertenço à maioria. Nesses momentos quer queira quer não... Mas é super-divertido, lá isso é!