Sugestão de Leitura

quarta-feira, dezembro 10



Ouvi a Senhora falar na televisão e gostei. À falta de referências bibliográficas à altura para a apoiar na descoberta da sua orientação sexual e no seu eventual coming out, Laura Levin resolveu escrever um livro que ajudasse outras mulheres que procurassem o mesmo. Chama-se o dito, "Same sex in the city".

Gostei porque aprecio pessoas que tomam nas suas mãos coisas que acham que deviam ser feitas. À opção do queixume e da inércia preferem entrar em acção e melhorar o que acham que tem que ser melhorado.

Gostei porque apesar de não ter nada contra chamar as coisas pelo nome e de isso ainda ser necessário para torná-las visíveis e "normais", concordo com a opinião da autora de que os rótulos são para a roupa.

Gostei porque apesar de não saber a idade da rapariga, pareceu-me bastante jovem ou seja, na minha opinião, não perdeu tempo até ser crescidinha para fazer as coisas pelo seguro, que é como dizer quando for mais fácil para ela. Assumiu essa parte de que nem tudo são rosas quando se trata da nossa vida pessoal. Há que lutar contra as adversidades, às vezes...

E já agora, para terminar, faço minhas as suas palavras e uso um rótulo que poderia ajudar na aceitação das diferenças: sejam "bi happy".

6 comentários:

walla disse...

Prenda de Natal: Checked

Catarina disse...

Também a vi na Tyra Banks e fiquei interessada no livro. Mas não ha cá à venda em Portugal, pois não?

baresi88 disse...

A minha pergunta só tem sentido se a resposta da pergunta da Catarina for positiva. Traduzido para português?

Bento disse...

...D'ont worry...

Lápis-lazúli disse...

Pesquisei e de facto não encontrei referências à tradução para portugês. Pode-se comprar através da amazon que funciona lindamente e quando não são editados cá (livros e filmes) ficam mais baratos do que comprar na fnac.

Barbie Martini disse...

Aprendi que sair da casca precocemente pode ser complicado, por causa de uma sociedade imunda. Quem me dera a mim ter lido este livro antes!

kiss kiss