Monte de vampiros!

quarta-feira, janeiro 14



Ah não, o que o cardeal patriarca queria dizer era que as mulheres devem pensar duas vezes antes de casarem com um homem, um qualquer, católico, muçulmano, seja de que raça ou religião for, é sempre um monte de sarilhos! Porque eles bebem, e mentem e enganam-nas com o primeiro rabo de saia que lhes apareça à frente, e depois batem-lhes por motivos tão irrisórios como a frustração pela demora em ser servidos ou a derrota dum qualquer clube de futebol. Era isso que o senhor queria dizer, seguramente… até porque ele não é xenófobo, nem sexista, nem homofóbico, nem nada disso… é um senhor iluminado que só pensa no bem-estar das mulheres como um todo!

8 comentários:

WL disse...

Acho que a parte do "bebem, e mentem e enganam-nas com o primeiro rabo de saia que lhes apareça à frente (...)" é transversal a todo o ser humano, homem ou mulher, hetero ou homo que esteja disposto a isso!
Somos ser humanos não somos santos, e quem não o fez que atire a primeira pedra! Ok tudo bem, não foi com o primeiro rabo de saia foi com o segundo!

Parecem-me males recalcados...até porque isso não é nada linear!

É justo que defendamos os nossos direito mas não me parece um argumento bem fundamentado reduzir as relações e o casamento heterossexual à escala que a Miranda reduziu.


Atenção não me interpretem mal, que não estou pra aqui a defender o senhor, ate porque não tenho um apreço especial à religião muitos menos aos cardeais que a promovem!

S.M. disse...

@ carde@l decididamente passou-se!!! Ou será que ele queria dizer era que as pessoas não imaginam em que sarilhos se podem estar a meter quando se relacionam umas com as outras? Mas, sendo assim, e feminismos à parte ( desculpa lá Miranda, mas este post apesar de me ter feito rir, foi mauzinho pós rapazitos), qual a piada da vida sem una sarilhos? Make love not war, era o mais apropriado que o (in)santo homem podia dizer, caramba, nos tempos que correm.
Para variar e aliviar deixei-te um desafio no meu blog.
Beijinh@s

x-pressiongirl disse...

A associações de imigrantes já estão a tratar de lhe cair em cima. Na verdade acho que nem se deviam dar muito ao trabalho. Será que ainda há mesmo quem leve a sério o que diz o cardeal?

Mosca disse...

Ainda ontem alguém me dizia, ser homossexual não tem nada a ver com sentir repúdio pelo sexo oposto...
Independemente da mensagem do cardeal ser do mais imbecil possível, para quê cair em cima dos homens? Os homens não são nada disso, não podemos generalizar comportamentos desse género a todos os homens...
Dizem que o feminismo se diferencia do machismo poruqe não defende a superioridade da mulher em relação ao homem, mas sim a igualdade! Pois, não parece...
A guerra dos sexos não leva a lado nenhum... Há bons e maus homens da mesma forma que há boas e más mulheres... Ambos são fundamentais e importantes.

Adoa disse...

lololololol

Anónimo disse...

Cada qual é livre de ser o que seja, mas não é livre de acusar o(s)/a(s) próximos (as), com razões não tão lógicas ou inteligentes... O extremismo do comentário (infeliz)
do Cardeal é o mesmo do comentário aqui expresso em relação aos homens.

Mau gosto de ambos!

Jorge Soares disse...

Por acaso até escrevi dois posts a bater no cardeal e na igreja por aqueles comentários.. mas não achas que essa tua visão dos homens é um bocadinho generalista?

Felizmente vivemos numa sociedade plural,há gente boa e má em todos os lados, sem importar preferências sexuais ou religião... não?

Jorge

Gil Scott The heron disse...

Desculpa estar a comentar assim, sou um leitor do seu blog.
Compreendo o teu ponto de vista, mas não podes generalizar ao universo dos religiosos. Porque senao vais cair no mesmo erro que o uros do cardeal, e sobre estes assuntos há muito a dizer. Há bons e maus ne todos os lados.
Mesmo assim sou fã do teu Kit anti-cardeal, hehehhehe