Sou Fã!

terça-feira, setembro 26

Estava eu com um grupo de amigos no Bairro Alto, conversando à porta de um bar, quando sinto uma presença nas minhas costas. Olho para trás, uma rapariga (gira) com ar de quem me conhece. Olho com ar interrogativo, ela sorri. Ok, ela conhece-me isso é obvio, e eu de onde a conheço? Atiro o 1º nome que me aparece na cabeça.

Eu – Patrícia?
Ela – Não! Eu é que me costumava enganar no teu nome, e não tu no meu!
Eu – Ups! Desculpa, mas não me estou mesmo a lembrar…
Ela – Sou a A., fui tua colega na faculdade…
Eu – Ah! Claro, sim lembro-me (vagamente)!

A conversa segue com o tema da faculdade, do curso, o que fazes, onde estás, por ai fora. Durante a conversa eu sinto que ela estava a fixar-me em demasia, e um pouco perto demais para o tipo de conversa que estávamos a ter. Pressenti que ela tinha mais alguma coisa para me dizer e que não ia sair coisa boa (ou melhor, coisa boa sim, mas não que eu quisesse que fosse pública e ouvida por todos os meus amigos. Além disso, ela já não estava no seu melhor estado e falava uns decibéis acima do desejável).

Ela – Sabes, tenho uma coisa para te dizer há imenso tempo.

Prevendo a situação eu viro o meu ouvido para ela e chego-me à frente. Ao que ela grita:

Ela – Sabes que tu sempre foste uma fã minha!

Os meus amigos viram-se de imediato para nós, eu fixo-a com o meu ar mais incrédulo, volto-me para os meus amigos, que tentavam educadamente não rir e disfarçar que tinha ouvido a Sr.ª. Volto de novo a olha-la e a pensar “Que raio de ideia lhe passei? Fã, eu? O que fiz ou disse naquelas noites? Eu tenho definitivamente de parar de beber…”

Ela – Eu sempre te admirei! Sempre te quis conhecer melhor! Eu adorava-te!

“Ah! Muito melhor, já entendi, a fã era ela, já posso deixar de transpirar”

Eu – A sério? Nunca tinha dado conta! (envergonhada)
Ela – A sério eu admirava-te imenso, eu amei-te durante 3 anos!
Eu – (…)

A amiga dela vem tentar demovê-la daquele sítio, gritando e puxando-a pelo braço. Eu volto a olhar os meus amigos, que sorriem com o ar de “desenrasca-te amiga, não temos nada a ver com isso”. Ela enxota a amiga, despede-se de mim de forma sugestiva e arranca.

Eu fico com um ar estupefacto, especada no meio da rua, esperando que a qualquer minuto os meus amigos me gozem desalmadamente, pensado: “Onde andei eu? E que outras oportunidades terei desperdiçado na minha vida? Será possível que não consigamos ver as coisas?”

Se eu soubesse o que sei hoje, e que o tempo voltasse para trás… Ai!

10 comentários:

JMB a.k.a. GIRASSOL disse...

oooops......salta para a frente

carpe diem disse...

ah pois é...
muitas vezes nem nos passa pela cabeça... saber o que sabes hoje... ;)

baresi88 disse...

não tens o dom de saber o que vai no coração das pessoas, nem na cabeça. ela esteve apaixonada, não sabias, não tinhas obrigação de saber.
mesmo que te o tivesse dito, podia não ser correspondido, por isso a diferença podia não ser muita!
...

The City Lights disse...

AR,

linda.......abre a pestana caramba!!!
Com esta....ja la vão 2!!!heheheheh....e nem ficaste com o numero de telefone nem nada????Tás a falhar pá!!!
:)))))
Mais um bocadinho e ja cantas:"Oh tempo....volta pra trás...."
:))))))

Jocas e mais uma vez....obrigada pelo bom humor!!

Dri disse...

Ahahahahahaha city só mm tu para animar alguém! "Oh tempo... volta pra trás..." lollllll


Tá ai a festa... já em contagem decrescente... eheheh... será que vamos reconhecer alguém? hum....

Narizinha disse...

Desta vez não foi preciso o isqueiro, que presumo que já esteja mais à mão! eheheh
Bem voltada!

Anónimo disse...

Boas desde já gostava de te felicitar pelo teu blog, somos um casal de cascais, em que a ana gostaria de ter uma experiencia bi entre uma mulher e eu, gostavamos de conhecer mulheres que se encaixem no nosso prefil de busca, respeitando as opções de cada um, gostaria se possivel que nos desses umas dicas de bares e onde possamos ir
msn (delexis@hotmail.com).

beijos casal delexis

AR disse...

jmb a.k.a. girasol:
I'm jumping... Look at me jumping!

carpe diem:
e o que ainda não sei... Ai!

baresi88:
Ou antes pelo contrário, e ser toda a diferença necessária!

the city lights:
Eu sou uma falha por inteiro nestas coisas com as Srªs... Não sabes tu da missa a metade!
Ó tempo volta para trás... (já canto)
You are wellcome!

dri:
Dúvido! Mas se procurares bem, por alguém que fica enfiada nas situações mais estranhas... Lá estarei eu!

narizinha:
Sabes que nunca o cheguei a por mais à mão... Limitei-me foi a não empreender caçadas :p

Anonymous:
Agradecemos as felicitações!!! Gracias... Quanto ao teu pedido, talvez seja mais fácil se entrares em sitios de swing... E esses eu não estou muito por dentro! Mas tens blogs e sites que são capazes de te ajudar!
Sorte para voçes e divirtam-se!

anabark disse...

Olá, acabei de conhecer o teu blog e estou a gostar muito.
Ri-me ao ler este post!
Compreendo a tua surpresa também já passei por episódios semelhantes. Sou tão distraíada nestas coisas que só dou conta quando me caem em cima. Seja como for, só devemos lamentar as nossas oportunidades perdidas e não as dos outros - se não reparámos nelas na altura, não vale a pena pensar no que perdemos.

Tiago Carneiro disse...

Tenho uma história igualzinha a essa com um amigo meu de facuildade com a diferença que ainda hoje nos falamos regularmente mas o timming do que poderia ter sido infelizmente passou. E poderia ter sido tão engraçado na faculdade...