Miss Shirley chegou e...Arrasou!

quinta-feira, fevereiro 15

Que saudades que tinha de poder “disparatar” para milhões, qui-çá até, centenas de leitores que nos visitam diariamente. Tenho estado tão ocupado que nem imaginam. Foi tão grande a quantidade de Pacheminas que trouxe da Tunísia que só agora acabei de arrumá-las no armário. Salvo seja, no “closet”. E só não trouxe uns Dromedários porque AR não me deixou aceitar uma proposta formidável que fizeram. Mas tenho que lhes dizer: ela não vale mais que umas duas centenas de Dromedários. Enquanto eu, moi, JEEEE… preparem-se, valia uns 5000. Isso mesmo, CINCO MIL!!! Mas claro que eu não quis ficar. Aparentemente, era para casar com a irmã do Sr. que me queria comprar. As if… Da maneira como ele me agarrava, acredito mesmo que era para a irmã.
Pois ainda meti o pezinho delicado no Mediterrâneo. Mas foi só o pezinho porque o raio do tempo não estava a ajudar nada à nossa estadia. Vejam lá que ao segundo dia fiquei de cama com uma gripe desgraçada. Mas como não há bicho que consiga derrubar “esta bicha”, ao terceiro dia levantei-me e andei, tal como aquele senhor da Bíblia.
O mais curioso é que por um pouco não chovia durante a nossa visita às Portas do Deserto do Sahara. AR estava maravilhada com a imensidão daquela areia toda enquanto eu estava maravilhado com o nosso guia, o “MEU” Mohamed. Ai, que graça que era aquela criatura. Claro que, escusado será diz que, não vi deserto nenhum. A conversa com o Mohamed estava a ser muito mais interessante e além disso ir ao Sahara é quase o mesmo que ir á praia. Afinal de contas, dunas são sempre dunas. A única diferença é que não havia ninguém ao engate por trás delas. (Que venenosa)
Ai a comida. Minha Nossa Senhora da Agrela me ajude e que não tenha de passar por aquela provação outra vez. Que coisa ho-rro-ro-sa. E ainda por cima eu que sou tão esquisita pra comer. A outra não. Aquilo era vê-la a comer. Parecia que ainda estava em fase de crescimento. Mas parece-me a mim que eram carências afectivas. Bom, isso agora também não interessa nada. Até porque já retomou a dieta que estava a fazer antes de ir viajar. A ver vamos se assim se mantém por muito tempo. Até já ouvi dizer que vai começar a fazer natação.

A história continua brevemente…

5 comentários:

indigo des urtigues disse...

Mas que lindas histórias! ehehe

Deve ter sido divertido!;)

Wonder disse...

MSB absolutamente fantastica narrativa, senti-me mesmo á beira da duna, LOL, até te imaginei sentado no camelo oculo de marca e arabe atanchado na bossa sussurando samalaques indiscritiveis ao teu ouvido...ah, como é facil apaixonarmo-nos na beira do deserto ( ou praia).
Epá ve la se tomas conta da miuda,se não este ano não ganha o trofeu de borracho bronzeado...

(' ') disse...

:D

Deve ter sido hilariante...

Amelia disse...

MSB said: "E ainda por cima eu que sou tão esquisita pra comer." AHAHAHAHA!
Ai melheri, quem te dissi ati qui a flôri do monti era o alecrim, uuuhhhhhh.

G.love disse...

Que malucas!
Adoro "ler-vos". Gostaria de ter um contacto mais proximos com as "meninas". Parecem-me tão loucas quanto eu!