Pró que der e vier

quarta-feira, março 21



Finalmente entendi o verdadeiro sentido do ditado " Mulher prevenida vale por duas". Ok, é verdade que Miss Shirley não é bem uma mulher. Aliás, nem bem, nem mal. Não é, e ponto final. Mas se um dia for feito um estudo para determinar a quantidade de homens que andam com um pequeno "kit de costura" aposto que o resultado deve rondar os 0000000,01% da população masculina. Ora aí está. De certeza que eu faço parte desse número. Ou melhor, EU sou esse número.
Lembro-me como se fosse hoje a reacção que tive quando alguém teve a coragem e o desplante de me oferecer este "piqueno" kit: Abri o caixote do lixo e livrei-me imediatamente do objecto. Não fosse o bom-senso de Mamãe, e muita experiência, diga-se, de me obrigar a guardá-lo e dizer-me, daquela maneira que só as Mães sabem: "Ó filho, mas sabes lá se não irás precisar dele numa emergência". O quão bem ela me conhece. Chega a ser assustador.
Foi o caso de hoje. Uma emergência daquelas enoooormes:
A bainha do casaco quevesti esta manhã estava descosida.
E não era apenas um bocadinho. Era um bocadão.
Uma vez que já estava no trabalho quando dei conta do meu infortúnio, a primeira reacção qual foi? Agrafar a bainha de volta ao sítio de onde nunca devia ter saído. Até era capaz de funcionar, não fosse o dito de cor azul escura (com a devida linha de giz, claro) e o raio dos agrafos serem prateados. Hum, agora pensando bem, até era capaz de não ficar muito mal. Mas é então que o meu olhar se fixa numa pequena carteirinha vermelha, que mais parece um porta-moedas, e que me iria salvar o dia.
Depois de conseguir enfiar a linha no buraco (raios partam os buracos pequenos) e dar um pequeno nó numa das pontas, posso dizer-vos que isto parecia o filme " A Canção de Lisboa", e que eu me senti uma verdadeira Beatriz Costa: "Achega, achega, achega, achega a minh´agulha. Afasta, afasta, afasta, afasta o meu didali (que era como ela dizia)". Mas tenho que vos confessar que, modéstia á parte, o casaco ficou óptimo. Parecia saído da loja. Dos 300, claro.
Claro que depois senti-me tão inspirado que resolvi fazer o meu "grooming" aqui mesmo no trabalho. Agarrei na pinça e no corta-unhas e ala que se faz tarde. Quando saí da casa-de-banho estava "uma mulher nova".

E até já sei o que AR vai ganhar de prenda de aniversário. Adivinham?

8 comentários:

Narizinha disse...

Lollll fantástico!!
Bom, se quiseres treinar... tenho um casaco com uns botões que precisavam de um reforçozito... eheheheh
Beijos
:o)

As vossas vizinhas disse...

"O quão bem ela me conhece. Chega a ser assustador", pensando no meu caso e na minha mãe....esta frase é assustadora...lolol
Mas no trabalho??? e os teus colegas? Não houve comentários?
Bem nunca é tarde...back to the school... "house economy"....
Viz

Blue disse...

:DDD e eu aposto que se fosses fazer um estudo para determinar a quantidade de mulheres que andam com esse dito "kit" se calhar o resultado iria bater por esses 0000,01% ou mesmo menos!! Olha eu cá nem enfiar a linha no buraco da agulha sei! :PPP

Boo disse...

:) As coisas que as mães sabem!! ;)

Angell disse...

Assim é que é! Nem mais! Agora lembro-me que não ando com nenhum kit desses... É melhor arranjar um! :)

Bjs!

tatuagem disse...

A minha tia, uma boazona que chegou agora aos 40 e com poupa pachorra para fingir que tem 80, mãe de família com 3 crianças (o anormal do marido incluído) tem uma receita infalível que põe num canto todos esses arcaísmos que apenas servem para enviar as pessoas para a casa de banho. Cola de contacto. Muito simples. Muito prática. À venda em qualquer supermercado. Dispensa agulhas, Dispensa linhas. Dispensa enfiar as segundas nas primeiras. Dispensa pinças. Dispensa corta unhas. Dispensa ferro de engomar. Dispensa todos os acessórios que todos vocês adoram ter pretexto para usar. Boa sorte.

wind disse...

Gargalhadas, muito bem Miss Shirley B.:)

Miss Shirley B. disse...

narizinha:
Manda-me esse casaco pela DHL e podes ter a certeza que os botões nunca mais se descosem. Nem que tu queiras!

as vossas vizinhas:
Elas conhecem-nos tão bem que chega a ser constrangedor por vezes. Em relação ao meu local de trabalho,hehe, tenho a sorte de não ter colegas.

blue:
Anda, eu dou-te umas aulinhas de costura. Quando acabarmos até vestidos de Alta-costura vais conseguir fazer.

boo:
As nossas mães sabem TUDO! Ás vezes fazem-se é de parvas.Passo a expressão, claro.

angell:
Corra á loja dos 300 mais próxima e compre um. Palpita-me que vão esgotar.

tatuagem:
Eu gosto tanto de usar estes acessórios que inclusivé fui eu que descosi a bainha do casaco para depois poder dar uso ao meu "sewing kit". (não tem nada a ver com swing, atenção).

wind:
Obrigado. A menina farta-se de rir com os meus disparates, não é?