A Contar Espingardas

quinta-feira, maio 10


Depois de ler algumas notícias sobre o casamento homossexual, descobri que há uma data de gente a favor da causa.

A notícia que tem sido mais badalada prende-se com posição da Maçonaria a favor do casamento, enquadrada nas celebrações dos 100 anos da implantação da República, em 2010. De notar que segundo o Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano “Tudo o que vem no relatório foi unânime, ou quase, dentro da comissão”.

Outra notícia dá conta da tomada de posição do Conselho Nacional de Juventude sobre a Igualdade de Oportunidades “Defender a permissão do casamento entre pessoas do mesmo sexo, uma vez que não cabe ao Estado discriminar, de acordo com o art.º 13 da C.R.P.” (Que bem dito “não cabe ao Estado discriminar”). Agora o que realmente me surpreendeu foi a constituição do C.N.J, que além das juventudes partidárias e sindicais, integra: Associação dos Escoteiros de Portugal; Corpo Nacional de Escutas; Juventude Operária Católica; e o Movimento Católico de Estudantes.

(Gostava de saber se esta tomada de posição contou também com a unanimidade dos votos das organizações juvenis presentes.)

Assim, dos Escuteiros à Maçonaria, da comunidade GLBT às Juventudes Partidárias, do Bloco de Esquerda ao Movimento Católico de Estudantes estamos todos de acordo, então o que raio falta a este país (ou melhor aos seus representantes) para fazerem cumprir a Constituição??? (pergunta retórica obviamente, estúpida melhor dizendo)

14 comentários:

Anónimo disse...

não é a pergunta que é estúpida... a resposta é que é!

DUCA disse...

Falta de vontade política e problemas de agenda, certamente!

not me disse...

Sim... eu sei que os escoteiros são um espetáculo, isto enche-me de orgulho. A sério que acredito que este "step" já está perto de ser dado! Cada vez somos mais!lol!Não quero casar própriamente, mas quero poder casar como todos podem!
;)

Blue disse...

É... compreender e aceitar se calhar todos fazem mas na hora de dar o corpo ao manifesto muitos pensarão que o melhor é deixar tar como tá e os que venham depois que alterem porque agora não dá muito jeito (outras prioridades...) e assim como assim também não traz assim tantos votos.

Eu tenho a esperança que as coisas um dia se alterem, como diz ali not me para que tod@s aquel@s que queiram possam efectivamente dar esse passo como qualquer outro cidadão ou cidadã deste país!

Viz disse...

Concordo plenamente acerca da estupidez da pergunta e não só, ainda por cima tenho mais uma pergunta estúpida: sou cristã e o meu sonho foi sempre casar-me na igreja....eu não acredito no casamento "civíl", o que se faz nestes casos? Há alguma "madre" disponivel para nos conceder a benção divina?
bjs

Miss Shirley B. disse...

Pois, nunca acreditam no que eu digo...
Sempre soube que os escuteiros são muito, muito nossos amigos.

E além disso, fico muito contente com esta noticia...era bom que se concretizasse. Gostava tanto de poder casar...hahahahah, grande festa.

Marlene disse...

A propósito deste tema:
http://sonhospintados.livejournal.com/32276.html


Gostei imenso de ler, como sempre...tudo aquilo também depois de ter lido um artigo sobre o casamento entre pessoas homossexuais..De tirar o chapéu!

.....e Capricórnia sou eu!!! disse...

AR,

ui falta tanta coisa miuda..... auns falta-lhes o "canudo".... a outros a afirmação de o serem.....a outros..... a inteligencia......enfim.....lutas my friend....lutas....!

Who Knows some day!
;)

O besso guapissima!

amaciador disse...

já para não falar na quantidade de políticos e membros de governos consecutivos que tentaram que a lei fosse aprovada e que hoje em dia ainda são a favor! (até porque são gays LOL)

Nina disse...

Na minha opinião, falta-lhes uma bacia de água para lavarem as mãos tipo poncio pilatos. Ninguém quer ficar associado a este passo. Falta-lhes massa cinzenta.

Memory disse...

AR,
no meu blog ainda há uma outra noticia sobre o mesmo assunto que saiu no EXpresso de Sábado e que achei pertinente coloca-la no meu blog. Aqui fica o blog: www.notoolate.blogspot.com

underadio disse...

De facto, seria bom poder dizer:

- Haja quem case!

Não sei porquê mas creio q médio prazo a lei há-de ser aprovada qd se aperceberem q podem encher os bolsos.

Rosa disse...

Para matar a curiosidade, estive na Assembleia Geral do CNJ (como representante do Movimento Católico de Estudantes), onde se aprovou essa tomada de posição, e infelizmente esse ponto não contou com a unanimidade de todas as organizações presentes: 3 votos contra da JSD, JP e Corpo Nacional de Escutas.

O que é que falta? Pouco tempo.
O governo anda ser bem pressionado (até de dentro do PS), e tem em mãos uma grande oportunidade de alterar a lei, que acho que não vai deixar passar ao lado...

Anónimo disse...

Casamento é uma palavra heterosexual. Casamento por definição é homem e mulher. Tal como circuncisão não é feita a vaginas.
Usem outra palavra: união, junção, contrato, etc...
Casamento tem conotações religiosas até, logo não faz sentido.
Acho piada a mania que têm os gay de mostrar a diferença, mas pedindo a igualdade até em coisas que não fazem sentido.