Casais

segunda-feira, julho 2

Este fim-de-semana fui celebrar o amor de um casal amigo que deu o nó (aquela coisa pela qual não temos o direito de optar). Fomos para longe, vi pessoas que não via há tempo a mais, diverti-me no meio dos meus e vim embora com uma sensação calorosa (somos o que vêem em nós, e estes meus amigos vêem-me para além do que eu me imagino ser).

Éramos 13 à chegada e tínhamos reservado 6 quartos numa hospedaria. A Sr.ª que nos atendeu (velhota e castiça) explicou logo que nem todos os quartos teriam cama de casal. Entre nós encontravam-se 5 casais, um dos quais composto por 2 homens gay, e 3 solteiros e/ou desacompanhados, destes: um gay, uma lésbica (moi) e uma straight.

Como a viagem demorou uma eternidade chegamos à hospedaria às 04:00 da manhã (confesso que ainda fomos beber um copo antes), acordamos a Sr.ª que gentilmente, se predispôs a acompanhar-nos pessoalmente a cada um dos quartos reservados. Estávamos todos espalhados pelo corredor e a Sr.ª abre o 1º quarto (de casal), automaticamente o casal gay faz menção de entrar. A Sr.ª assusta-se e tenta impedir a entrada dos rapazes.

Sr.ª – Não, este tem cama de casal, há outros com camas separadas.
Amigo Gay 1 – Não faz mal, não se preocupe.
O resto do pessoal a rir, baixinho e a começar a fugir para o fundo do corredor.
Sr.ª – Mas vocês são dois homens grandes, não vão ficar bem aí.
A. Gay 1 – Não tem importância, nós ficamos bem.
Passa por mim o meu amigo gay solteiro e diz:
A Gay 2 – Vai lá AR, explica à Sr.ª o que é ser Gay.

Eu não sabia se me havia de rir se havia de lá ir, porque a esta altura já a Sr.ª estava a barrar a porta com toda a sua força, e o casal a tentar forçar a entrada. Resolvi tomar uma atitude. Abri os olhos a duas amigas minhas que estavam mais perto da Sr.ª e mando-as tomar uma atitude.

Elas lá demovem a Sr.ª dizendo que não fazia mal que eles se entenderiam. A Sr.ª pediu desculpa, mas foi dizendo que não havia necessidade de eles não ficarem bem instalados, e a contra gosto foi abrindo outras portas, já sem olhar para quem entrava nos quartos.

Estávamos já todos a rir quase de forma descarada e o resto do grupo resolveu gozar com a situação. Um dos casais a dizer à Sr.ª que eles é que mereciam a cama de casal, outro dos casais a perguntar um ao outro se poderiam dormir juntos, ao que a Sr.ª diz que eles é que sabem, mas homem e mulher é que estava certo. Enfim… A dada altura um dos meus amigos tem pena da Sr.ª e diz o seguinte:

Amigo – Deixe lá, nós somos todos amigos, e eles já estão habituados, é assim como na tropa, todos juntos!

E não é que a convenceu!?!

12 comentários:

mara disse...

looooooooool
A srª se estava trocada do sono, ainda o ficou mais!!!

DUCA disse...

Vocês são terríveis, foram baralhar a cabeça à pobre da senhora, não se faz, tss, tss ...

O meu fim de semana em Madrid foi um arraso, mas depois faço o relatório.

Beijo

.....e Capricórnia sou eu!!! disse...

LOLOLOLOLOLOLOLOLOLOL,


..... adorava ser mosca!!!!

;)

Boa semanita!
:)

S.M. disse...

lololo!
Crazy people!;)

Someone disse...

AHAHAHAHHAHH

Gostei do todos juntos como na tropa :D

Estrela disse...

Olá!
Por vezes, os argumentos mais simples são de facto os mais convincentes!
Vim aqui parar a saltitar de blog em blog...
Beijinhos

bitter-sweet disse...

Já gargalhei!

Carla Olas disse...

LOL! Digno de uma cena de filme.
Como a "estrela" também vim a saltitar de blog em blog, se bem que, há já algum tempo, faça do lesbicasimples um ponto de paragem.

Obrigada pelos sorrisos, pelo riso, pela reflexão, pelas palavras que deixam passos dentro de nós.

cumplicidades disse...

Ahahah! conseguiste abrir a minha disposição matinal!!


Beijos grandes

João Cordeiro disse...

:-))))

Sem saber e vindo nas asas de um sonho, aqui pousei… e gostei da beleza que encontrei.

Eles não sabem, nem sonham,

que o sonho comanda a vida,

que sempre que um homem sonha

o mundo pula e avança

como bola colorida

entre as mãos de uma criança.

(António Gedeão)

Beijo sonhador

Isabela disse...

LOL
Sim, foi melhor, coitada da senhora. Ainda lhe dava uma solipampa.

Memory disse...

Mais uma vez não pude deixar de me rir, como se dizia antigamente '' às maneiras despergadas'. Ima ginei logo a pobre senhora e toda a cena, bem como voces a gozar o prato. Só mesmo de um filme cómico com um remate brilhante...a TROPA!!!.....

Bjs