Conversas Estranhas! - Part II

terça-feira, março 6

1 hora depois, o estranho Sr. e o seu amigo (carinhosamente apelidado de emplastro), volta ao ataque. A minha companhia olhou-me com ar de “não me apetece” e seguiu para o bar. Eu sorri para os Sr.s, calculando o delírio que ainda ai viria.

Estranho - Desculpa lá interromper, mas não vão mesmo aceitar a nossa proposta?
Eu – Então? Ainda não te passou o delírio?
Estranho – A sério que iam gostar! Eu sei como tocar nas mulheres… Eu sei que vocês sabem melhor que eu, porque são mulheres e têm o mesmo equipamento. Mas acredita que iam gostar!
Eu (a partir para o delírio, porque a conversa estava a ficar sem pés nem cabeça) – Oh querido como já devias saber não é só no tocar que está o truque. Há outras coisas importantes! Deixa ver se consigo ser clara, (hum…) terias de ser mais mulher!
Estranho – E como é isso?
Eu (agarrando-lhe a barbicha) – Para começar terias de tirar isto! De preferência com cera, e já que estavas com a mão na massa, ias por ai fora e acabavas no tornozelo.
Estranho – Ok, estou a seguir o raciocínio! E mais?
Eu (agarrando-lhe na mão e fazendo-a deslizar pela minha) – Por falar em toque, ele deve ser assim macio. Para isso, deves deitar-te todas as noites com as mãos untadas em vaselina e com umas luvas calçadas!
Estranho – (…)
Eu - Para acabar, terias de deixar de pensar com a cabeça debaixo!
Estranho – Como assim?
Eu – Para fazer a proposta que fizeste, em que estavas a pensar?
Estranho – Numa noite bem passada, divertida, animada que todos íamos gostar!
Eu – Resumindo “sexo”!
Estranho (a rir) – Pois!
Eu – Pensaste sexo com a cabeça de baixo e o que te saiu pela boca foi: “És hetero? Aí não? Eu hoje não estou a conseguir engatar, não queres pegar na miúda ai do lado e vir para a cama comigo e o meu amigo?”
Estranho (a rir à gargalhada) – Pois!
Eu – És muito estranho, sabes? É que nem que eu fosse hetero a coisa ia correr bem! Vai dormir querido, a noite está no fim!

E com esta fugi para o bar, anestesiar-me em vodka e na boa companhia era o melhor que poderia fazer!

10 comentários:

Boo disse...

LOL

Fantástico desenrolar, com respostas prontas e à altura... os homens não têm mesmo muito jeito para a coisa... :))

Wonder disse...

mais uma vez uma noite recheada de tropelias!!!:p
Hás de explicar essa de não conseguires ser antipática com estranhos...a tua mãe sabe disso?nunca te disse para não falares com estranhos?
Mas conseguis-te despertar a curiosidade pelo espaço, vou espreitar o ambiente.
Bejão grande desaparecida!!:D

Paula disse...

Bello, bellissimo!!
Estiveste muitissimo bem!!
Até quase visualizei a vossa conversa. Adoro histórias com pormenor!!

Narizinha disse...

Em todo o lado há homens com grandes delírios!!
Acabam sempre por ser histórias para se "contar aos netos"!!!
O Maria Lisboa é um espaço recente, muito agradável e por isso mesmo não podiam faltar as "personagens estranhas" para animar uma noite!!
:o)

DUCA disse...

O que seriam das nossas noites de copos sem esses personagens estranhos que por vezes nos surgem como vindos do nada?
O chato é quando nós estamos quase a chegar à fala com aquela sedutora que nos deita uns olhinhos e uns sorrisos cheios de promessas e, pumba, vindo sabe-se lá de onde, cai-nos um desses cromos, em 99,9% dos casos pertencente ao sexo masculino que, apesar de saber que não gostamos da ferramenta que ele usa (cada um come do que gosta e ninguém tem nada com isso) insiste em querer seduzir-nos apesar do nosso ar de absoluto enfado.
O universo erótico masculino tem destas coisas! Com tanta mulher gira hetero, os gajos fixam-se nas lésbicas! Deve ter algo a ver com o umbigo deles, pois acham que se forem para a cama com uma mulher lésbica (que é lésbica porque nunca encontrou um homem a sério) conseguem transformá-la em hetero (ou pelo menos em bi) e eles viram os heróis do bairro porque foram eles o tal "homem a sério". Coitadinhos, é deixá-los sonhar!
AR, admiro a tua paciência!

Jotinha disse...

Ufa...o homem consegui irritar! 1...2...3...respira! Estiveste muito bem, parabéns!
Parti-me a rir com a parte do : "agarrando-lhe a barbicha"!
Infelizmente acho que ele vai continuar a tentar a sua sorte e espero que "apanhe" sempre alguém com a tua simpatía!
Bjssssss e muitos (sua lady!) :O)

wind disse...

Excelentes respostas:)

The City Lights disse...

AR,

lololol.....eu nem me dava ao trabalho!!!

;)
Bessos

Amelia disse...

Não percebo. Não entendo. Dizer que NÃO é uma vitória? Deveriam ver o meu CV sexual..., carregadinhos de sim! Enquanto eles fazem o serviço, estou eu a remexer-lhe na carteira, à procura de uns euritos que estão sempre ao pé do passe L123. Taditos...

Anónimo disse...

eu tinha-o mandado era directamente para o ca*****...
Sou homem,hetero e nunca faria uma merda destas...È cada besta neste mundo...