SIM!

domingo, fevereiro 11


9 anos depois…

Se fosse por nós que votamos na última poll do blog, o Sim tinha ganho por 85% dos votos… Não foram estas as percentagens nas urnas, mas foi o suficiente para se mudar a lei.

Agora venha a alteração à lei do casamento e adopção homossexual, e já agora a descriminalização do suicídio (se não for pedir muito).

10 comentários:

(' ') disse...

Sinta-se devidamente abraçada e sabe bem porquê...

ana susy disse...

Hoje é 1 dia muito positivo.
Finalmente hoje deixamos de ser tão terceiro-mundistas e ficamos mais maduros e preocupados com os nossos iguais.
Acho que por mais erros que tenha cometido Socrates merece um Saravá por esta medida...
Como dizes AR vamos agora seguir para outras lutas... entre elas a nossa luta diaria... mas convinhamos que existem outras não menos importantes.
Mas sem nunca perder a esperança...pois se a tivessemos perdido em 98, nunca teriamos chegado aqui.
UMA rosa de esperança e força para todas as mulheres...mas principalmente aquelas que ja sofreram na pele a dor de um aborto.
Porque não acredito nem nunca acreditarei que existam mulheres, prefeitamente conscientes, que encarem um aborto de animo leve muito menos que o usem como um meio contraceptivo.

jinhos

Marlene disse...

E ainda digo mais...e uma lei de identidade de género? Há tantas coisas que poderiam/deveriam ser diferentes...

celtic disse...

:)

Anónimo disse...

o suicidio n é crime AR

wonder disse...

Felizmente os portugueses mesmo com p pequeno tiverem a sensatez de finalmente acabar com uma hipocrisia instalada.
Tive muito orgulho neste referendo, fiz 600 km para ir votar, tive muito orgulho porque no meu distrito 73 % votaram sim, tive muito orgulho porque fui em excursão com um grupo de jovens maioritáriamente na casa dos 20, que nunca tinham votado e todos sem excepção consideram o caso demasiado serio para não ir.
Tive muito orgulho porque apesar das campanhas do não estarem com melhor estrategia, a consciencia das pessoas nem sempre é compravel, apesar da igreja ainda mandar a Norte, a Sul ainda são Mouros e livres para pensar sobre a realidade dramatica de tantas mulheres.
Devemos todos estar felizes com este micro avanço, para que decisões pela interrupção(que nunca são faceis) possam ser o menos traumáticas possiveis, ainda que seja impossivel não o ser

wind disse...

O suicídio não tem qualquer penalização, onde foste buscar isso?:)

cumplicidades disse...

Parece que os 500 km's surtiram efeito! Não te arrependas, eu também não me arrependo nada dos 13 minutos que demorei a ir e voltar para casa ;o)

Um beijo grande e sempre a favor da despenalização

nippycaos disse...

sim o suicídio assistido ou morte induzida; ou qualquer outra forma de eutanásia se não me engano são considerados homicídio cá plo nosso país
parece-me que era a isso que a AR se referia, se calhar tou a ser presunçosa :)
mas tb é um assunto que necessita reflexão

besos

AR disse...

wind e anonimo:
Têm toda a razão, suicidio não é crime, não me perguntem onde fui buscar esta triste ideia.

nippycaos:
Obrigada pela interpretação, mas eu referia-me ao suicidio mesmo (meti violentamente a pata na poça)! Em relação ao suicidio assistido, propagandear o suicidio e a eutanásia (esses sim crimes), concordo que devem ser alvo de discussão especialmente a eutanásia! De toda a forma mais, uma vez, Gracias :)

(''):
Gracias e retribuo :D

marlene:
Right on!

ana suzy, cumplicidades e wonder:
:) ;) :) uma pequena vitória!!!